Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A Fundação de Educação, Turismo, Esporte e Cultura (Fetec) reuniu na manhã de quarta-feira, 7 de junho, os ambulantes e barraqueiros que comercializarão produtos durante o arraial, para um treinamento sobre os procedimentos no evento. O público-alvo foi os 120 contemplados com um dos espaços. O momento foi de orientação sobre diversos assuntos, tais como, boas práticas, higiene e manipulação de alimentos, fiscalização da Vigilância Sanitária, exploração do trabalho infantil e muitos outros.

Foram 6 palestras ministradas: Manipulação e higienização de alimentos ministrada pela consultora do Sebrae/RR, Liziane Wollmann; Fiscalização e regras com o analista da Vigilância Sanitária, Gilvani Cavalcante; Sobre iluminação e procedimento das instalações elétricas com Rogério Silva do setor de iluminação púbica do município.

Teve ainda palestras sobre exploração do Trabalho Infantil com Thais Castilho do Ministério do Trabalho; Orientações sobre novos procedimentos do evento com Enos Almeida, superintendente de Cultura da Fetec; e Gutemberg de Lima da Frios Roraima, que é a empresa convidada para trazer propostas de insumos para os vendedores.

Segundo Liziane Wollmann, esta é uma palestra voltada a feirantes e o objetivo é sempre o mesmo, capacitá-los nas questões de higiene e boas práticas no preparo da alimentação. “Abordei com eles diversos assuntos, regras básicas que um manipulador de alimentos deve seguir durante a comercialização. Tudo baseado nas questões de higiene pessoal, dos utensílios, como eles devem se portar no evento, transportar e expor esses alimentos para que eles possam vender com segurança, sem riscos de contaminação”, disse.

Participar do treinamento é um pré-requisito para a aquisição do espaço no evento. Enos Almeida, informou que todos os barraqueiros e ambulantes cadastrados ganharão um colete de identificação que deve ser usado diariamente no Boa Vista Junina. A medida foi tomada para que a Fetec tenha um controle rigoroso dos contemplados e impedir que pessoas não cadastradas se apossem de algum dos espaços.

“Estamos orientando sobre os novos procedimentos da organização do evento. Sempre procuramos também trazer a informação através de técnico especializada nas diversas áreas. Com certeza essas orientações sobre as boas práticas da conservação e higienização dos alimentos para que não haja nenhum incidente de intoxicação ou qualquer situação adversa. Esse treinamento vem ocorrendo desde 2014 e estamos mantendo essa tradição”, ressaltou.

Deise da Costa, 40 anos, trabalha a cinco anos no ramo da alimentação. Em uma das barracas gastronômicas da feirinha de artesanato ela vai comercializar lanches como bolos, cachorro quente, tacacá e muito mais. “Comer na rua, nem todos gostam. Com essa iniciativa a prefeitura mostra que está preocupada com o que vamos oferecer ao público no Boa Vista Junina. O cliente vai ter segurança em qualquer uma das barracas. Vou tomar todos esses cuidados para que o cliente saia da minha barraca satisfeito”, afirmou.

É importante ressaltar, que fiscais da Vigilância Sanitária estarão presentes no Boa Vista Junina, verificando o cumprimento das boas práticas de manipulação do alimento pelos ambulantes e barraqueiros. Na palestra, Gilvani Cavalcante, falou como deve está o ambiente de trabalho e deu dicas importantes para os vendedores.

“No caso das barracas, deve manter sempre limpo e organizado, livre de focos de insalubridade. Os equipamentos móveis e utensílios devem ser limpos e higienizados quantas vezes for necessário. Precisam ter vasilhames para conter os alimentos que não usaram totalmente. Da procedência do alimento, que eles não recebam matéria-prima com a embalagem violada, rasgada, amassada e lata estufada. E por último, com relação ao manipulador que deve está com a roupa adequada para aquela função, orientou.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down