jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

A importância do consumo adequado de nutrientes é um assunto que tem chamado cada vez mais atenção na atualidade, causando grande procura por alimentos e suplementos que trazem promessas de benefícios à saúde. A deficiência de micronutrientes (vitaminas e minerais) atinge cerca de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo, principalmente em países subdesenvolvidos, em diferentes faixas etárias.

As vitaminas são essenciais para o bom funcionamento do organismo, e sua deficiência pode causar consequências sérias para a saúde, como cegueira, problemas de coagulação sanguínea e no desenvolvimento fetal. O organismo produz algumas vitaminas em pequena quantidade, porém não é suficiente para atingir as necessidades diárias. Dessa forma, os alimentos são a principal fonte de vitaminas, principalmente alimentos frescos e pouco processados. 

Os minerais, encontrados tanto no corpo quanto nos alimentos, também são substâncias essenciais para o funcionamento adequado do organismo. Estima-se que exista cerca de 20 a 25 minerais que possuam função essencial no organismo, dividindo-se entre macro e micronutrientes. Eles são importantes para o equilíbrio de fluidos corporais, para o crescimento e desenvolvimento e também na regulação de diversas outras funções metabólicas. 

No Brasil, pesquisas encontraram a prevalência do consumo inadequado de vitaminas e minerais em crianças, adolescentes, adultos e idosos. As carências nutricionais podem ser causadas por alguma disfunção do organismo, como problemas gastrointestinais; no entanto, uma alimentação insuficiente em micronutrientes é a causa principal de deficiências.

Uma das causas atuais para a ingestão inadequada de nutrientes é o crescimento do consumo de alimentos ultraprocessados, como fast foods e refrigerantes. Esses alimentos, em sua maioria, possuem baixa qualidade nutricional, principalmente quando comparados com alimentos in natura (como frutas e hortaliças frescas) ou minimamente processados (como grãos secos empacotados e cortes de carne resfriados).

Assim, a substituição de alimentos pouco processados pelos ultraprocessados dificulta a ingestão adequada de nutrientes, podendo levar a deficiências que, apesar de nem sempre se manifestarem com sintomas, já são suficientes para prejudicar a saúde. Uma alimentação variada e baseada em alimentos in natura ou pouco processados é a melhor forma de atingir as necessidades diárias de nutrientes.

O conteúdo de minerais nos alimentos pode variar em razão da quantidade de nutrientes no solo que estava disponível para a planta durante o cultivo, o uso de fertilizantes, a estação da colheita e a forma com que o alimento foi armazenado e preparado para consumo.

Dessa forma, é importante priorizar o consumo de alimentos produzidos em sistemas por estratégias que visem melhorar a qualidade nutricional do alimento, como o aprimoramento do sistema de cultivo, uso de fertilizantes e o melhoramento de plantas para aumentar o teor nutricional do alimento.

Fonte: Nutrientes para Vida (NPV)

0
0
0
s2smodern

logo JRH down