Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Para descentralizar e facilitar a locomoção dos moradores que residem na zona Oeste de Boa Vista, e que precisam dos serviços de assistência e orientação jurídica, a Defensoria Pública do Estado irá inaugurar na próxima sexta-feira (7), a partir das 9h da manhã, a Unidade Avançada da Central de Atendimento e Peticionamento Inicial (CAPI) na Casa do Cidadão, localizada na avenida Izidio Galdino da Silva, 2469, bairro Senador Hélio Campos.

A Defensoria se encontra com uma grande demanda de atendimento na Sede Administrativa de pessoas hipossuficientes – isto é, economicamente fracas – que moram distante do Centro, onde está localizada a Sede principal. “Essa é uma forma da DPE levar os atendimentos à população que mora em bairros mais distantes e procuram os nossos serviços, que por muitas vezes não possuem condições financeiras de se deslocarem até o Centro”, explicou a defensora pública-geral, Terezinha Muniz.

De acordo com a defensora pública-geral, Terezinha Muniz, foi identificado por meio de estudo interno, a necessidade de ampliar o serviço da CAPI para que mais pessoas possam ser atendidas com maior facilidade.

“Há uma grande concentração da população de Boa Vista na zona Oeste, somente nessa área há mais de 100 mil pessoas, nós entendemos que uma das formas de facilitar o acesso dessas pessoas aos serviços da Defensoria Pública é instalando uma extensão da CAPI naquela região”, explicou Terezinha.

Conforme os dados do IBGE, a Zona Oeste de Boa Vista tem cerca de 134.693 mil habitantes, razão pela qual há necessidade de facilitar o acesso dessa população aos serviços da Defensoria. De acordo com o estudo realizado pela DPE, bairros como Cidade Satélite, União, Psicultura, Caranã, Cauamé, Hélio campos, Pintolândia, Cidadão, conjunto Manaira, Santa Luzia, Cruviana concentram parte importante da população da capital que apresentam dificuldades em se deslocar para área central da cidade, onde se encontra localizada a Defensoria Pública.

“Com o crescimento da população de Boa Vista, a procura pelos serviços da Defensoria vem crescendo desde sua criação [2000], o que justifica a criação da CAPI para demandar uma resposta adequada da instituição para prestar os serviços relativos à assistência jurídica aos assistidos, principalmente na área de Direito de Família”, explicou Terezinha.
CAPI – A Central de Atendimento e Peticionamento Inicial é um órgão auxiliar da Defensoria Pública do Estado de Roraima (DPE-RR), e foi criada em 27 de setembro de 2012, a partir de uma necessidade institucional, ou seja, diminuir o tempo de espera para o primeiro atendimento do assistido. A celeridade no encaminhamento das pretensões apresentadas à Defensoria Pública é o principal objetivo.
ASCOM (095) 3623-1615

0
0
0
s2smodern

logo JRH down