jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Mais de 50 mulheres participam do grupo com atividades conduzidas pela Coordenadoria Estadual da mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJRR

“Por dois anos ele me bateu. Até tentou me enforcar com o fio do carregador de um celular. Denunciei e foi preso. Graças aos encontros, hoje posso respirar aliviada e saber que posso seguir em frente”, relatou uma das participantes do Grupo Terapêutico “Ponto de Equilíbrio Elas”, que teve as atividades do primeiro semestre encerradas este fim semana.

O programa é conduzido pelo TJRR - Tribunal de Justiça de Roraima, por meio da Coordenadoria Estadual da mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar em parceria com a Faculdade Cathedral de Roraima.

O depoimento desta participante, que terá o nome preservado, foi apenas um dos relatos das mais de 50 de mulheres que participaram dos encontros neste primeiro semestre de atividades. O encerramento dos trabalhos desta primeira etapa ocorreu na tarde de sexta-feira (7 de junho) no Fórum Criminal Evandro Lins, localizado no bairro Caranã.

A titular do 1º Juizado de Violência Doméstica e Familiar e coordenadora Estadual do Combate a Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do TJRR, juíza Maria Aparecida Cury, destacou a força que o diálogo tem no trabalho de recuperação dessas mulheres. “Se a gente se encontra e conversa, uma ajuda a outra. O grupo existe para ajudá-las a encontrarem uma saída e serem felizes”, ressaltou.

Elas contam o apoio psicológico durante esse trabalho de diálogo. A psicóloga responsável, Cassia Dias, afirma que essa é uma iniciativa que pode mudar e salvar vidas. “Promove uma mudança de comportamento, dá uma nova percepção a elas através do convívio e do compartilhamento de experiências. A gente se entrega ou a gente luta, e essas mulheres resolveram lutar”, comentou.

Na reunião de encerramento, elas puderam participar de uma oficina de maquiagem, uma vez que autoestima elevada é algo que pode contribuir para o fortalecimento emocional. Os trabalhos nesta primeira etapa iniciaram em março com 10 grupos e 53 mulheres passaram pela experiência. Os encontros ocorrem todas as sextas-feiras, de 16h às 17 horas em uma sala no Fórum Criminal Evandro Lins. A previsão para o retorno dos encontros é para o mês de agosto deste ano.

Quem deseja participar pode procurar a Coordenadoria por meio do telefone: 095 -3194-2649 ou pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

0906 PontoEquilibrioElas1

0
0
0
s2smodern

logo JRH down