jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

1312 Vacinacao 1O Calendário Nacional de Vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS) vai passar por mudanças no ano de 2017, conforme informou o Ministério da Saúde. A principal alteração é que a partir de janeiro do próximo ano, serão disponibilizadas as vacinas contra o HPV para meninos, e meningite C para adolescentes de ambos os sexos. Roraima receberá cerca de 15 mil doses no primeiro lote para estas imunizações.

Segundo o gerente do Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunização (NEPNI), Rodrigo Danin, a vacina de HPV, que atualmente é disponibilizada apenas para mulheres, será ampliada para meninos de 12 a 13 anos. “Essa é a principal mudança para 2017: os meninos incluídos nessa campanha. A faixa etária será ampliada, gradativamente, até 2020, quando passamos a atender meninos de 9 até 13 anos”, explicou. A estratégia tem como objetivo proteger contra os cânceres de pênis, garganta e ânus, doenças que estão diretamente relacionadas ao HPV.

Ainda como parte das mudanças no calendário de vacinação, será ampliada a vacina contra meningite C para os adolescentes 12 e 13 anos, de ambos os sexos. Hoje, essa imunização é oferecida apenas para crianças aos três, cinco e doze meses de idade. O objetivo é reforçar a eficácia da vacina meningocócica C, uma vez que, com o passar dos anos, pode haver diminuição da proteção após a imunização. A vacinação será ampliada para adolescentes de 9 a 13 anos, gradativamente, entre 2017 e 2020.

“Trabalhamos em conjunto com a Educação, já que o ambiente mais indicado para realizar a campanha é a escola. Por isso nosso calendário se baseia no cronograma escolar, e assim que iniciam as atividades do ano letivo, começam as ações. Além disso, vamos nos reunir com os coordenadores municipais de imunização para traçar as ações que serão realizadas nos municípios do Estado”, frisou.

DOENÇAS - O HPV é um vírus que pode causar câncer do colo do útero e verrugas genitais. Ele é altamente contagioso e a sua transmissão acontece, principalmente, pelo contato sexual. A vacina distribuída no SUS é quadrivalente, ou seja, protege contra os quatro tipos de HPV. Além da vacina, a prevenção contra esse tipo de câncer também continua envolvendo o uso de preservativo e o exame Papanicolau, que identifica possíveis lesões precursoras do câncer que, tratadas precocemente, evitam o desenvolvimento da doença.

Já a meningite é um processo inflamatório das meninges - membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal - é uma doença considerada endêmica no Brasil. A meningite C é o subtipo mais frequente da doença, e representa cerca de 60% a 70% dos casos de meningite. A doença é considerada grave e de rápida evolução. A vacina é a principal forma de proteção e é recomendada pelo Comitê Técnico Assessor de Imunizações e das Sociedades Brasileiras.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down