Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Ao longo do mês serão realizadas atividades na maternidade, treinamentos de profissionais e ações para sensibilização da população

O Novembro Roxo é o mês escolhido para falar sobre a prematuridade. Para isso, organizações como o Grupo de Mães de Pedras Preciosas e a ONG Associação Brasileira de Pais de Bebês Prematuros, com parceria da Secretaria Estadual de Saúde – Sesau, realizam ações ao longo deste mês para chamar a atenção da sociedade sobre como prevenir e ajudar os recém-nascidos por meio da doação de leite materno.

A primeira ação será realizada na próxima quinta-feira (9), no Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth. Voluntários do grupo de mães e da Organização Não-governamental vão repassar orientações para as gestantes internadas, sobre a importância da prevenção do parto prematuro e da doação de leite materno, que beneficia os bebês prematuros internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal – UTIN.

As pessoas envolvidas na ação passarão por uma capacitação promovida pela maternidade, para que possam servir de multiplicadores junto à sociedade. Ainda durante o mês serão realizados treinamentos tanto com voluntários quanto com servidores da maternidade.

Nesta terça-feira (7/11), a unidade promove um treinamento sobre o método Canguru, que busca melhorar a qualidade da atenção prestada a partir do contato pele a pele (posição canguru) precoce entre a mãe e o bebê. Nos demais leitos e na Casa da Gestante, o foco principal será a doação de leite, repassando informações sobre as formas de doar e como isso ajuda os bebês prematuros internados. A ação será realizada uma vez por semana até o fim de novembro. 

Andresa Barbosa, representante da ONG em Roraima, afirma que é importante debater esses assuntos para que mais pessoas se sensibilizem com a causa. “Para doar, não precisa ser 500ml ou um litro. Até 10 ml de leite podem salvar um bebê prematuro. Precisamos falar mais sobre a prematuridade”. A partir do próximo sábado (11), as voluntárias estarão em praças da cidade, no fim da tarde dos sábados de todo o mês, para conversar com pais e mães a fim de sensibilizar sobre a doação de leite e os fatores que podem causar a prematuridade.

SEMANA - O Grupo de Mães de Pedras Preciosas (GMPP), criado dentro da maternidade por mães de bebês internados na Utin (Unidade de Terapia Intensiva Neonatal), também está participando do movimento com a organização da 3ª Semana da Prematuridade, de 16 a 18 deste mês, em alusão ao dia mundial da prematuridade, comemorado no dia 17 de novembro. A abertura será realizada na Casa da Gestante, às 8 horas.

No dia 17, especialistas em cinco áreas participam de uma mesa redonda pela manhã voltada para mães de bebês prematuros. Durante a tarde, as mães terão um dia de beleza. Para encerrar a programação, as mães do grupo e voluntários da ONG farão uma caminhada no dia 18, a partir das 15 horas, no Parque Anauá. Dando continuidade à programação, o Grupo de Mães e a ONG realizarão palestras uma vez por semana na Rede Básica de Saúde.

0
0
0
s2smodern

Boa Vista

PUBLICIDADE

bcathedral

logo new