Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Três municípios da região sul e mais um da região norte passam a ter casos de sarampo em investigação.

A Sesau (Secretaria Estadual de Saúde) informou, informou neta segunda-feira (2), durante entrevista coletiva na Coordenação Geral de Vigilância em Saúde, que até o momento, foram notificados 213 casos de sarampo, desse total 42 foram confirmados, 167 permanecem em investigação e 4 foram descartados.

Boa Vista continua sendo o município com o maior número de casos em investigação, 111 no total, seguido por Pacaraima com 38 registros, Cantá com 8, Amajari com 5, e Alto Alegre, Caroebe, Rorainópolis, São João da Baliza e Uiramutã com um caso cada.

Dentre os casos confirmados, 34 são de venezuelanos e oito são brasileiros, sendo 31 casos em Boa Vista e 11 em Pacaraima, todos com o mesmo genótipo identificado na Venezuela em 2017, conforme exame realizado pelo laboratório de referência nacional Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), no Rio de Janeiro.

O Ministério da Saúde está dando total apoio às ações de vigilância epidemiológica, tendo mantido uma equipe no local para apoio às equipes municipais e estadual. Ainda segundo informações da Vigilância em Saúde, desses 34 casos de venezuelanos, 16 são indígenas da etnia Warao. Também já foram registrados dois óbitos por sarampo em crianças venezuelanas no município de Boa Vista.

A coordenadora Estadual de Vigilância em Saúde, Daniela Souza, ressalta a importância da vacinação como única forma de prevenção. “O sarampo é uma doença altamente contagiosa e por isso é muito importante que a população verifique sua carteira de vacinação e procure os postos de saúde já que a vacina tríplice viral é a única forma de prevenção à doença”, disse.

VACINAÇÃO – A Campanha de Vacinação contra o sarampo continua até o dia 10 de abril. Até o momento já foram aplicadas mais de 40 mil doses da vacina, que além de imunizar contra o sarampo, também age contra a Caxumba e a Rubéola.

É importante que a população fique atenta aos sintomas como: febre e exantema (manchas avermelhadas), acompanhados de tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite. Quando identificado um ou mais desses sintomas a pessoa deve procurar um médico.

PRÓXIMAS AÇÕES - Ainda nessa semana serão realizadas duas reuniões com representantes dos municípios, uma delas durante a reunião mensal da CIB (Comissão Intergestores Bipartite) – reuniões nas quais se reúnem secretários e representantes municipais e estadual para avaliação e tomadas de decisões relativas a saúde, na nesta quarta-feira, dia 4, as 15h no auditório da CGVS.

Durante a reunião será feita uma videoconferência com a coordenadora nacional do programa de imunizações do Ministério da Saúde, onde será discutido se haverá prorrogação ou não da campanha de sarampo e a dificuldade de inserção no sistema do fluxo de informações.

Nessa semana também será avaliada possíveis parcerias de forma a levar a vacinação ao público infantil, que corresponde a cerca de 60% dos casos confirmados e que tem baixa adesão na campanha de vacinação.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down