Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Os pacientes atendidos na Rede de Atenção chegam as unidades por demanda espontânea, quando procuram ajuda direto no serviço, ou por demanda referenciada

O Dia Mundial da Saúde Mental é celebrado nesta quarta-feira (10). A data é usada para alertar as pessoas sobre a importância de conversar sobre o tema e combater o preconceito que existe sobre a saúde psicológica. O estado oferece, através da RAPS (Rede de Atenção Psicossocial), 5 serviços de cuidado a saúde mental da população.

“O indivíduo precisa de um equilíbrio entre o bem-estar físico, mental, social e psíquico. É quando ocorre um desequilíbrio em alguma dessas áreas, que surgem os transtornos mentais”, explica o gerente do Departamento de Políticas de Saúde Mental, Renato Amaral.

A Rede oferece atendimento 24 horas por dia em algumas unidades como o CAPS III (Centro de Atenção Psicossocial), que trata os transtornos mentais graves e persistentes; o CAPS AD III (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Droga), voltado ao atendimento de pessoas com transtornos causados pelo uso de álcool e outras drogas; UAA (Unidade de Acolhimento Adulto) destinada à pacientes que estão vulnerabilidade social e familiar encaminhados pelo CAPS AD III, com permanência de no máximo 6 meses.

Além desses serviços, a RAPS também conta com leitos de internação em algumas Unidades de Saúde do Estado, uma enfermaria de crise no HGR (Hospital Geral de Roraima) para a internação de pacientes mais graves que tiveram algum surto e um Ambulatório de Psiquiatria na CECM (Clínica Especializada Coronel Mota) para o tratamento de pacientes com transtornos de leve a moderado como depressão, síndrome do pânico, ansiedade.

Os pacientes chegam as unidades por demanda espontânea, quando a pessoa procura ajuda direto no serviço, ou por demanda referenciada, quando outros serviços indicam o paciente para a unidade. Amaral ressaltou a importância dos serviços oferecidos, pois Roraima, encontra-se entre um dos estados com maior índice de suicídios no país.

“Fico orgulhoso de dizer, que o serviço de cuidado a saúde mental que oferecemos aqui no Estado é excelente. Nosso trabalho não é pra isolar a pessoa da sociedade, mas trabalhamos para devolvê-la novamente ao convívio com social e familiar” finalizou.

NOVA SEDE – O CAPS AD III, conta com uma nova sede, localizada na rua Adail Oliveira Rosa, 1652, no Alvorada, próximo a Caixa Econômica Federal. Anteriormente a unidade funcionava no bairro Jardim Floresta. A inauguração está prevista para a próxima terça-feira, dia 16 de outubro. O novo espaço conta com novidades como um campo de futebol, área de convívio, leitos masculinos e feminino, espaço para trabalhar a oficina de horta com os pacientes.

COMITÊ DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO – O Comitê Estadual de Prevenção ao Suicídio irá oficializar suas atividades com o registro na CIB (Comissão Intergestores de Bipartistes) no próximo mês. Roraima foi um dos Estados contemplados com recursos do MS (Ministério da Saúde) para a implantação do Projeto de Prevenção ao Suicídio. Uma vez por mês o comitê se reúne pra planejar estratégias de combate ao suicídio.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down