Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Nos últimos 4 anos o centro realizou cerca de 142 mil atendimentos

A campanha do mês de outubro é voltada para a importância do autoexame e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Mas tão importante quanto ser diagnosticado, é iniciar de imediato o tratamento adequado. Em Roraima, a Unacon (Unidade de Alta Complexidade em Oncologia) é a única autorizada e reconhecida a oferecer tratamento oncológico na rede do SUS (Sistema Único de Saúde) do Estado.

A Unacon oferta tratamentos cirúrgicos para pacientes com câncer de mama, como mastectomia (retirada total ou parcial da mama) e a retirada do tumor. Além disso, também é realizada a quimioterapia, que mata as células cancerosas.

A radioterapia que também mata as células cancerosas ainda é realizada por meio de TFD (Tratamento Fora de Domicilio), mas isso está prestes a mudar. “Receber tratamento aqui no Estado traz o conforto de não precisar se afastar de casa e dos familiares, pois ter o suporte de toda a família ajuda na recuperação do paciente”, afirmou Anderson Benetta, coordenador da Unacon.

A Sesau (Secretaria Estadual de Saúde) possui ainda contratos com clínicas conveniadas para a realização de exames de mamografia, além do CCDI (Centro de Cardiologia e Diagnóstico por Imagem), CRSM (Centro de Referência da Saúde da Mulher) e da Carreta Saúde da Mulher.

AUTOEXAME – A chance de cura de pacientes que descobrem o câncer de mama no início pode chegar a 100%. Por isso é importante o autoexame das mamas, pois em alguns casos, o tratamento causa poucos danos estéticos por ser necessária apenas uma cirurgia conservadora, que retira o tumor e preserva a maior parte possível da mama.

Há cinco anos, Karen Gomes descobriu de uma forma inusitada que estava com câncer de mama: após ser picada por uma formiga no local em que estava o tumor, ela coçou a mama e sentiu algo estranho.

“No dia seguinte procurei um médico para saber do que se tratava, então descobri a doença logo no início. A partir daí, comecei o tratamento na Unacon e não tenho do que reclamar. O processo de cura é muito difícil, doloroso, mas a equipe é muito carinhosa e nos ajuda a seguir em frente”, contou.

Quanto mais tardio o diagnóstico, mais agressivo o tratamento se torna. Em casos mais avançados, é preciso fazer a retirada de toda a mama e, após isso, a paciente ainda passa por quimioterapia ou radioterapia. De 2015 até agora, 111 mulheres passaram por tratamento na Unacon.

ONDE IR – Após perceber alguma alteração na mama, o primeiro passo é procurar um Posto de Saúde, onde a paciente é avaliada por um clínico geral. Caso seja necessário, o médico encaminha para o CPCOM (Centro de Prevenção de Câncer de Colo e Mama). Se constatada alguma alteração potencialmente maligna, o Centro Municipal encaminha a paciente para o CRSM (Centro de Referência de Saúde da Mulher).

Após todos os exames e em caso positivo de câncer, o CRSM encaminha a paciente para a Unacon, onde é feita uma avaliação para definir o melhor tratamento de acordo com cada caso.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down