Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Além das teleconsultorias, o estado conta agora com o telediagnóstico, ajudando a reduzir custos e agilizando o tratamento de quem precisa

Em funcionamento em Roraima há dois anos, o programa Telessaúde do MS (Ministério da Saúde) está sendo ampliado. Agora além das teleconsultorias, quando o médico pode tirar dúvidas em tempo real sobre um atendimento, consultando outros profissionais por meio de um sistema já implantado em todos os municípios, os profissionais de saúde e a população contarão também com o telediagnóstico.

O serviço está sendo implantado no Estado por meio da parceria do NET-RR (Núcleo Estadual de Telessaúde de Roraima), com os Núcleos Estaduais de Telessaúde de Minas Gerais e Goiás, responsáveis pela implantação dos serviços de cardiologia e oftalmologia aqui em Roraima, dois dos quatro tipos de telediagnósticos ofertados nacionalmente.

De acordo com a coordenadora do NET-RR, Maristela Veiga, os exames são realizados nos municípios onde o Telessaúde está implantado. O próximo passo é enviar os resultados para os Estados responsáveis pelos serviços: Minas Gerais pela cardiologia, e Goiás pela oftalmologia.

“Os exames já retornam para o paciente aqui em Roraima com o laudo médico. Caso haja algum problema o paciente é encaminhado para uma consulta na Clínica Especializada Coronel Mota, já com o exame laudado em mãos”, explicou.

Durante uma semana em que o serviço de cardiologia esteve em funcionamento no Bonfim, foram realizados 102 exames e desses, quatro pacientes foram encaminhados para um especialista em Boa Vista. “Isso quer dizer que 98 pessoas deixaram de vir à capital apenas para fazer a consulta e o exame, ajudando a reduzir o número de pacientes encaminhados das localidades onde moram para a Capital, evitando gastos e o cansaço com a viagem”, completou.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down