jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Esse é um fenômeno conhecido como ‘gravidez silenciosa’ e pode acometer 1 em cada 475 mulheres

Tem sido cada vez mais frequente se deparar com casos de mulheres que descobriram que estavam grávidas quase no momento de dar à luz. Muitas pessoas costumam questionar como isso seria possível, já que os sintomas de uma gravidez são tão claros. Mas há casos atípicos que podem levar a esse fenômeno também conhecido como ‘gravidez silenciosa’.

A menção desse termo ‘gravidez silenciosa’ surgiu em uma pesquisa sérvia publicada pela revista Medicinski Pregled, que mostrou que esse fenômeno raro pode acometer 1 em cada 475 mulheres nas primeiras vinte semanas de gravidez; 1 em cada 2.455 mulheres na segunda metade da gestação e 1 em cada 7.225 mulheres que descobrem a gravidez apenas no momento de dar à luz.

Casos de gravidez silenciosa no Brasil

Recentemente em uma matéria publicada pela revista Crescer, foram mostrados casos de mulheres que descobriram que seriam mães quase no momento do parto, como o da supervisora administrativa Viviane Vieira, 32 anos, de Goiânia, que teve apenas sete semanas para se preparar para a chegada de sua filha. Viviane acreditava que a ausência de menstruação era devido ao problema da Síndrome dos Ovários Policísticos que sofria.

Já a enfermeira Valéria Rocha, 51 anos, de São Paulo, só descobriu a gestação quando estava com 25 semanas, e acreditava que a menstruação irregular era por conta de uma cirurgia bariátrica recém-realizada.

Com a leiturista, Mykaelle Kathrine, 28 anos, de São Paulo, a descoberta foi com seis dias antes de dar à luz. Ela havia dado à luz ao terceiro filho em 2016 e começou a tomar anticoncepcional para evitar uma nova gravidez. Passou a se sentir mal com enjoos e achava que era por conta dos hormônios, a ausência de menstruação ela acreditava que fosse por conta da recém-chegada do último filho.

Enquete mostra como as mulheres lidam com as percepções sobre a própria gravidez
O portal Trocando Fraldas, voltado principalmente a mulheres que estão na tentativa de uma gravidez, realizou pesquisa que contou com a participação de 60 mil mulheres de todo o Brasil. A ideia era compreender como as mulheres ficaram sabendo que estavam grávidas, como sentiam a gravidez e como viam as mudanças acontecerem semana a semana.

O resultado mostrou que em média as mulheres ficam sabendo da gravidez quando estão com sete semanas e um dia de gestação. A maioria relatou sentir o bebê mexer na barriga com dezesseis semanas e grande parte fica sabendo o sexo da criança com dezessete semanas de gravidez.
No geral, as mulheres informaram que a barriga começa a aparecer por volta das doze semanas de gestação.

Ainda segundo o estudo sérvio mencionado, o que poderia levar as mulheres a não perceberem as mudanças no próprio corpo seria o alto grau de estresse no dia a dia.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down