Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Cerca de 150 alunos indígenas iniciaram no sábado (2/12), o Curso de Procedimentos de Polícia Comunitária para as comunidades, na Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago - APICS. Com carga horária de 20 horas, as atividades serão encerradas às 16 horas desse domingo, com a presença de líderes indígenas.

Esta é a segunda vez que o curso é oferecido às comunidades indígenas. Estão sendo repassados conhecimentos sobre as atividades que envolvem a segurança pública, por meio de abordagens teóricas e práticas que dizem respeito à polícia comunitária.

Os participantes são moradores das comunidades indígenas do Baixo Cotingo, Raposa, Surumu, Tabaio, Serra da Lua, São Marcos e Contão. Todos pertencem às etnias Wapixana e Macuxi.

O objetivo é capacitar os integrantes das comunidades para atuar de acordo com as legislações federais e estaduais, norteando-os nas abordagens junto às forças de segurança, para que os alunos indígenas saiam habilitados de conhecimentos técnicos para o acionamento, quando necessário, em situações de delito.

De acordo com a secretária de Segurança Pública, Giuliana Castro, o curso de Polícia Comunitária é muito importante, pois as comunidades indígenas têm interesse em se organizar e promover a própria segurança. “A gente fornece o conhecimento necessário para que eles possam atuar dentro das comunidades. Ano passado, já falamos sobre a Lei Maria da Penha, violência doméstica e sexual contra mulheres, crianças e adolescentes. Agora, vamos reforçar a prevenção desses crimes”, concluiu.

Giuliana Castro é especialista em violência sexual contra crianças e adolescentes e vai ministrar, às 14 horas deste sábado, o curso sobre a Lei Maria da Penha.

Entre os temas abordados, além da Lei Maria da Penha, os alunos vão receber noções sobre o Estatuto do Idoso, Juizado da Infância e Juventude, Relações Humanas, Tráfico de Pessoas, Polícia Comunitária, Legislação Indígena, Código Penal e Inteligência. O curso tem ainda a finalidade de mobilização social para estruturar dos Conselhos Comunitários de Segurança.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down