Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Promoção de oficiais e praças da corporação será realizada no Quartel do Comando Geral nesta terça-feira

O Corpo de Bombeiros Militar de Roraima - CBMRR realiza nesta terça-feira (19/12), às 17 horas, a formatura de oficiais e praças no Quartel do Comando Geral. A solenidade marca o 16º aniversário de emancipação da Corporação da estrutura da Polícia Militar de Roraima (PMRR), ocorrida em dezembro de 2001.

A solenidade marcará promoção de mais dois oficiais superiores, oito segundos-tenentes, nove subtenentes e um primeiro-sargento, totalizando 20 militares, agraciados com a última promoção do ano.

Durante seus 16 anos de emancipação, o CBMRR esteve sobe o Comando dos coronéis Edivaldo Cláudio Amaral, primeiro comandante que se manteve por quatro anos à frente da corporação, no período de 2001 a 2004; Seguido pelo coronel Paulo Sérgio Santos Ribeiro, oficial que esteve à frente das ações de bombeiros por mais tempo na história da emancipação, de 2004 a outubro de 2010, totalizando seis anos como comandante geral; Na sequencia assumiu como comandante o Coronel Manoel Leocádio de Menezes, que permaneceu de 2010 até março de 2014; tendo sido substituído pelo Coronel Alexon Sueide Rabelo Mamed, permanecendo no comando por nove meses naquele ano.

Num feito histórico, o coronel revertido da Reserva Remunerada, Edivaldo Cláudio Amaral, retornou ao posto, tornando-se o primeiro comandante a assumir por duas vezes o comando da corporação. Sua permanência no cargo durou até março de 2017, quando então, pela primeira vez, um oficial oriundo do concurso estadual e formado na Academia de Oficiais do Corpo de Bombeiros Militar do Pará em 2003, o coronel Doriedson Silva Ribeiro, chegou ao posto de comandante, tendo como subcomandante geral, o coronel Jean Cláudio de Souza Ermógenes, nomeados pela governadora do Estado, Suely Campos.

SOLENIDADE - No ato solene será assinado o Termo de Cooperação Técnica entre a Secretaria Estadual de Educação e Desporto - SEED e o CBMRR para a gestão compartilhada da Piscina Olímpica do Totozão, além da formatura ser registrada por um feito inédito: pela primeira vez na história do CBMRR, a Guarda-Bandeira será composta totalmente por militares do sexo feminino. Elas terão a responsabilidade de conduzir a Bandeira Nacional, a Bandeira do Estado e o Estandarte do CBMRR sob a guarda de um pelotão de soldados também do sexo feminino.

A composição da guarda-bandeira e porta-estandarte simbolizam o Pavilhão Nacional, um grupamento específico de militares que tem a responsabilidade de conduzir a Bandeira do Brasil, Bandeira do Estado e Estandarte da Corporação em solenidades oficiais das instituições militares.

HISTÓRICO DO CBMRR - Atualmente o CBMRR possui oito postos de serviços na capital e no interior e atua com um efetivo de 449 bombeiros militares, sendo 373 homens e 76 mulheres, destes, 20 militares ainda são nobres precursores do Bombeiro Orgânico, oriundos do antigo Território Federal de Roraima e os demais 431 são militares estaduais, servidores públicos empossados mediante provimento em concurso público.

Inicialmente as atividades de bombeiro militar foram criadas como elemento de execução da Polícia Militar do Ex-Território Federal de Roraima, pela Lei nº 6.270 de 26 de novembro de 1975 e regulamentada pelo Decreto nº 79.108 de 11 de janeiro de 1977.

0
0
0
s2smodern

Boa Vista

PUBLICIDADE

logo JRH down