Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Para garantir um serviço humanizado e adequado às necessidades dos cidadãos, teve início esta semana a segunda turma do Curso de Atendimento a Grupos de Vulnerabilidade da Polícia Civil de Roraima. A durabilidade é de uma semana e ocorre no auditório do Denarc (Departamento de Narcóticos).

O curso visa qualificar todos os agentes envolvidos no recebimento das pessoas que já chegam fragilizadas para registrar os B.Os. (Boletins de Ocorrência) nas delegacias de polícia do estado. Por isso, a Delegacia Geral verificou a necessidade de humanizar estes atendimentos.

“É uma oportunidade de agregar e partilhar conhecimentos do cotidiano policial, de modo que isso melhore o atendimento à vítima que procura os serviços da Polícia Civil, pois ela já chega muito fragilizada”, disse a delegada geral, Giuliana Castro.

Qualificar agentes, escrivães e delegados de polícia é parte das ações do Governo do Estado, realizadas para que os servidores possam prestar um serviço especializado e mais humanizado, no atendimento a casos específicos que envolvem vítimas em condições de vulnerabilidade.

As palestras são ministradas pela assistente social, e bacharel em Direito, Débora Nóbrega, esclarecendo as condições necessárias a um atendimento humanizado e específico para vítimas de violência. “O curso dará subsídios à Polícia Civil para que, além do atendimento específico a cada caso, a instituição elabore protocolos de ação para esses atendimentos”, disse a palestrante.


A primeira turma do Curso de Atendimento a Grupos de Vulnerabilidade encerrou no dia 13 deste mês. “Vamos qualificar gradativamente todos os agentes envolvidos nas ações de atendimentos a vítimas, nas delegacias ordinárias e especializadas, garantindo um cuidado adequado”, concluiu Débora.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down