Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

No estande de Roraima, a exposição teve objetos decorativos e móveis confeccionados com pneus que antes eram descartados

O Agroarrt, projeto de ressocialização do Sistema Prisional de Roraima, ganhou destaque na 2ª Mostra Laboral do Sistema Prisional Brasileiro, que ocorreu de 23 a 26 de julho, em Florianópolis (SC). O evento foi realizado pela Secretaria de Justiça e Cidadania de Santa Catarina, com o apoio do (Depen) Departamento Penitenciário Nacional.

No estande de Roraima, a exposição teve objetos decorativos e móveis confeccionados com pneus, que antes eram descartados e agora são doados pelo Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) para os detentos da Cadeia Pública de Boa Vista. O projeto foi idealizado pela agente penitenciária Ana Boisler.

“Iniciamos em outubro de 2017 e já foram produzidas mais de 500 peças, entre vasos, poltronas e casinhas para cachorro. Essas peças são vendidas, a renda é toda revertida para a manutenção do projeto e uma determinada quantia é repassada para as famílias dos reeducandos”, explicou.

A exposição permanente fica na Rodoviária Internacional de Boa Vista José Amador de Oliveira Baton. Atualmente, 24 internos são participantes do projeto. De acordo com Broisler, o nível de reincidência de quem participa de projetos de ressocialização em Roraima é zero.

“No nosso sistema de levantamento de dados em nível nacional, a reincidência de quem não participa de ressocialização chega até 86%. Aqui em Roraima, não registramos nenhum caso de reincidência. Isso é um fato de destaque. É comprovado que pessoas que participam de atividade laboral a possibilidade de reincidir é muito pequena”, enfatizou.

REUNIÃO – Paralelamente, ocorreu a reunião do Conselho Nacional de Secretários de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, na qual houve apresentação do novo diretor do Depen, Tácio Muzzi.

Entre as pautas da reunião, foi levantada a questão da prorrogação do repasse de recursos do Fundo Penitenciário Nacional, realizado em 2016 para todos os Estados. Os recursos são destinados para construção de novos presídios, reforma de unidades antigas e investimento em tecnologia no sistema prisional. O Conselho se reuniu com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, que já determinou ao Depen que a situação seja resolvida.

VISITANTES - O estande de Roraima recebeu visita do ministro Jungmann e do médico Dráuzio Varella, que também palestrou sobre sua experiência com trabalho voluntário em presídios no País durante mais de 20 anos. Ele destacou a transformação das unidades no Brasil.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down