Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Cerca de 400 mil pessoas deverão ser vacinadas durante a campanha, que será realizada pelo Ministério da Saúde em conjunto com o estado e os municípios

Começa no próximo sábado, 10, a campanha de vacinação contra o sarampo em Roraima, que será realizada pelo Ministério da Saúde em conjunto com o estado e todos os 15 municípios. Deverão ser vacinadas cerca de 400 mil pessoas, entre brasileiros e imigrantes venezuelanos até 10 de abril, data prevista para o final da mobilização.

O “dia D” será no primeiro dia de mobilização. Também haverá campanha publicitária, que será divulgada na televisão, rádio, internet, carro de som e mobiliário urbano. Além de evitar novos casos da doença, a estratégia governamental quer impedir que o vírus volte a circular de forma sustentada no Brasil. Até esta terça-feira, 6, foram confirmados 6 casos de sarampo no estado, todos em crianças imigrantes da Venezuela. Está em investigação um óbito e 24 casos.

“O Brasil está tomando todas as medidas necessárias para garantir a saúde dos brasileiros e dos venezuelanos em Roraima, porque sabemos o impacto que a imigração traz para a sociedade. Além da campanha de vacinação, uma série de ações está em curso para evitar novos casos da doença, incluindo o repasse de recursos e treinamento de profissionais”, explicou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

No momento, a Venezuela enfrenta um surto da doença, inclusive no município de Caroni, que faz fronteira com o estado brasileiro. Para aumentar as coberturas vacinais e proteger a população de Roraima, o Ministério da Saúde, em conjunto com gestores locais, vem realizando uma série de ações, como vacinação de bloqueio e intensificação da vacinação nos municípios. A intensificação de vacinação já está sendo realizada desde fevereiro, com o envio de doses pelo Ministério da Saúde.

Fazem parte do público-alvo da campanha as pessoas não vacinadas contra doença, entre 6 meses e 49 anos de idade. A vacina tríplice viral é contraindicada para gestantes e crianças abaixo dos seis meses, mesmo em situações de surto de sarampo. Pessoas com imunodepressão deverão ser avaliadas e vacinadas, segundo orientações do Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais. É aconselhável que a gravidez seja evitada até, pelo menos, um mês após a vacinação.

AÇÕES – Uma equipe do Ministério da Saúde permanece na região para acompanhar as ações e prestar orientação no enfrentamento da situação. O Ministério da Saúde realizou, no final de fevereiro, treinamento para 277 profissionais de saúde e 26 técnicos sobre aspectos gerais da doença e ações de vigilância epidemiológica. Além disso, a pasta apoiou os gestores locais na revisão de mais de 42 mil prontuários e fichas de atendimento, com o intuito de encontrar casos de sarampo que possam ter passado despercebidos pela assistência. Também foi realizada intensificação vacinal nos estrangeiros presentes no posto da Polícia Federal. O município está com uma equipe de vacinadores fixa neste local para dar continuidade à vacinação.

Confira os locais de vacinação:

POSTOS FIXOS DE VACINAÇÃO

ENDEREÇO

BAIRRO

 

UBS Aygara Motta Pereira

R. J, nº 256

Cidade Satélite

 

UBS Santa Tereza

R. Aruanã, nº 355

Santa Tereza

 

UBS Hélio Macêdo

R. Joca Farias, s/nº

Jardim Caranã

 

Pró-infância Vila Jardim

Av. Jardim, Qd. Jatobá, S/N – Conjunto Vila Jardim

Cidade Satélite

 

Escola Municipal Ana Sandra Cid. Satélite

Avenida do Sol, S/N

Cidade Satélite

 

Escola Municipal Criança Feliz

Avenida Rui Baraúna, nº 1474 – Bairro União

União

 

UBS Edna Bezerra Diniz

R. Francisco Cândico, nº 177

Aeroporto

 

UBS Jardim Floresta

R. Ana Cecília Mota da Silva, s/nº

Jd. Floresta

 

UBS Prof. Mariano de Andrade

Av. Deco Fonteles, nº 264

Caranã

 
 

UBS Cauamé

R. Costa Rica, nº 366

Cauamé

 

Pátio Shopping

R. João Alencar, 2181 -

Cauamé

 

UBS 31 de Março

R. Major Carlos Mardel, nº 466

31 de Março

 

UBS Dr. Silvio L. Botelho

Av. Minas Gerais, nº 512

Paraviana

 

Terminal de ônibus Luiz Canuto Chaves

Centro Cívico

Centro

 

Terminal de ônibus Principal

Caetano Filho

Centro

 

UBS Ione Santiago

R. Costa e Silva, nº 356

São Pedro

 

UBS Mecejana

Rua Pavão, nº 195

Mecejana

 

UBS São Vicente

0
0
0
s2smodern

logo JRH down