Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Ele servirá de retaguarda para o Hospital Geral de Roraima com vista a acabar com a superlotação

O Hospital das Clínicas Dr. Wilson Franco, recém-inaugurada unidade de saúde do estado no bairro Pintolândia, passa pelos últimos ajustes para começar a receber pacientes, a partir da desta segunda-feira (2). O local, obedecendo-se às normas do Ministério da Saúde, já passou pelo processos de desinsetização e desinfecção total.

Os procedimentos necessários buscam garantir que os novos pacientes não sejam expostos a agentes potencialmente causadores de infecções hospitalares. Desde a inauguração, dia 24 de março, o hospital começou a receber os novos servidores com uma recepção diferenciada, na qual os profissionais esclareceram dúvidas sobre como serão suas atividades da nova unidade.

O Hospital das Clínicas tem 120 leitos de retaguarda para o HGR (Hospital Geral de Roraima), um conceito novo no estado, que dará fim à superlotação causada por vários anos de poucos investimentos na criação de novos leitos.

Com um ambiente amplo, a unidade vai dispor de todo o suporte de uma estrutura hospitalar e uma completa equipe multidisciplinar, proporcionando um acolhimento de qualidade, para atender especificamente a clínica médica, diferentemente do HGR, que trabalha com média e alta complexidade e atende a todas as especialidades.

Os pacientes serão auxiliados por uma equipe multiprofissional e realizarão exames de raio-x, ultrassonografia, endoscopia, ecocardiografia, laboratoriais, eletrocardiograma e outros exames complementares.

FUNCIONAMENTO - No momento, existem em Boa Vista duas unidades de Pronto Atendimento, que continuarão funcionando após a inauguração do Hospital das Clínicas. É para estas unidades que a população deve recorrer quando precisar de um atendimento de urgência. O Pronto Atendimento Cosme e Silva continua sendo referência para a Zona Oeste em atendimentos de urgência, assim como o Pronto Atendimento Airton Rocha, anexo ao HGR.

“O paciente entra no HGR e a conduta médica irá definir se há ou não a necessidade de que ele continue o tratamento no Hospital das Clínicas”, explicou a coordenadora-geral de Urgência e Emergência, Helenira Macedo.

Nas unidades de Pronto Atendimento, a população recebe a assistência devida para sanar a crise. Se a situação necessitar de um acompanhamento mais complexo, o paciente fica na responsabilidade da equipe do HGR. Ao ter o quadro estabilizado, ele poderá ser encaminhado para o Hospital de Clínicas, para dar continuidade ao tratamento. “Ou seja, será uma unidade de retaguarda clínica, específica para dar suporte ao HGR”, reforçou Helenira.

Os Prontos Atendimentos Cosme e Silva e Airton Rocha (HGR) devem ser procurados em casos como pressão e febre altas, fraturas, cortes graves, crises alérgicas, dores incontroláveis, ou seja, ocorrências graves, mas que ainda podem esperar. Para consultas de rotina, traumas leves e sintomas leves, tonturas, dor abdominal leve, mal-estar, entre outras situações menos graves, o paciente deve se dirigir ao posto de saúde mais próximo.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down