Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Com a intenção de descobrir novos talentos na área de computação e despertar o interesse de jovens na prática da programação, o curso de Computação do Centro Universitário Estácio da Amazônia promoveu na terça-feira (5), das 14h às 15h, a Maratona Estudantil de Programação. A ação foi realizada no laboratório de Computação da Estácio com a participação dos alunos do ensino médio do Colégio Militar Estadual Irmã Maria Parodi, localizado na zona Oeste de Boa Vista.

O evento faz parte de um projeto de extensão da Estácio chamado “Rede Digital Estácio”, que possui o intuito de levar conhecimento sobre tecnologias digitais para a comunidade. O coordenador do curso de Computação da Estácio, Ângelo Freire, disse que a ideia da maratona veio dos próprios acadêmicos da instituição participantes do projeto de extensão.

“Os discentes monitores resolveram aplicar essa maratona para destacar os alunos com melhor desempenho na programação e assim despertar interesses pela área da computação. A turma é composta por 17 alunos e irão se dividir em equipes de três pessoas. Cada grupo terá que resolver problemas de lógica de programação numa plataforma online. O grupo que resolver os problemas em menor tempo será o vencedor e ganhará medalha e troféu”, explicou o coordenador.

A Maratona marca o encerramento das atividades do curso ‘Start Coding: ensinando programação’, iniciado no dia 15 de abril na Estácio. “Os alunos participantes deste curso irão buscar desenvolver as técnicas que aprenderam e aplicá-las na maratona estudantil na resolução dos problemas. O conteúdo do curso está relacionado à linguagem Python utilizada para interpretar códigos de programação”, esclareceu Ângelo.

De acordo com Ângelo Freire, enquanto instituição de ensino superior a Estácio possui o papel de promover a extensão universitária no sentido de levar conhecimento sobre estudos científicos que elevem, compartilhem e democratizam a informação à sociedade em geral. “Vimos a importância de desenvolver capacidades cognitivas resolução de problemas lógico matemáticos, despertando o interesse a estudos voltados para a linguagem de programação, seja no desenvolvimento de aplicativos e sites, ou até mesmo na busca de soluções para problemas de diversas áreas do conhecimento”, completou.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down