Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Como forma de sensibilizar e também educar os usuários de serviço de saúde sobre a importância de acompanhantes no atendimento de pessoas idosas, o curso de Serviço Social do Centro Universitário Estácio promoveu nessa segunda-feira (11), um projeto de intervenção na Clínica Médica Especializada Coronel Mota (CECM), localizada no Centro de Boa Vista.

Foram realizadas palestras informativas para os idosos que estavam sem acompanhantes na clínica e também para aqueles estavam acompanhados, demonstrando a importância desse gesto para um melhor diagnóstico do paciente idoso. Durante as palestras foi abordada a Lei n° 160/99 que dispõe sobre a obrigatoriedade do acompanhamento hospitalar de pacientes de 0 a 18 anos e idosos a partir dos 60 anos.

De acordo com a supervisora e coordenadora de estágio da Estácio, Neilza Santos, esse projeto tem como objetivo promover a sensibilização de familiares e idosos para que seus direitos possam ser garantidos. “A proposta do projeto foi a partir das observações feitas pelas estagiárias que observaram que muitos idosos vão sozinhos para as consultas e muitas vezes perdem consultas ou procedimentos por não entenderem direito as orientações médicas e de outros profissionais”, explicou. Participaram as supervisoras de Campo e Assistentes Sociais Paloma Gurgel e Dilva Abrantes, assim como as estagiárias do curso, Tatiane Almeida, Alessandra Alves e Raimunda Pereira.

A coordenadora de estágio destacou que a atuação do Serviço Social no campo de atuação dos hospitais e clínicas é um “campo desafiador, por ser inovador para a atuação dos assistentes sociais na contemporaneidade em que os direitos sociais precisam ser garantidos”. “O projeto trará para os usuários idosos um esclarecimento melhor sobre a importância de acompanhantes no momento em que estiverem com os profissionais desta unidade de saúde”, finalizou Neilza Santos.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down