Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Até momento, 16 vicinais já estão em manutenção, e ao todo, oito municípios serão beneficiados com a ação de governo

O programa Caminhos da Produção disponibilizou 18 máquinas da patrulha mecanizada para os municípios de Alto Alegre e Mucajaí. O maquinário será utilizado para recuperar as vicinais das localidades e garantir a trafegabilidade e escoamento da produção durante o período chuvoso.

A patrulha mecanizada terá duração de 6 meses e está ocorrendo há 20 dias em Caroebe, Rorainópolis, São João da Baliza, São Luiz do Anauá e Cantá, totalizando 77 máquinas trabalhando. Ao todo, 16 vicinais já estão em manutenção e até final do mês, o município de Amajarí também deve receber o maquinário.

A responsabilidade pela manutenção de vicinais é dos municípios, mas o governo do estado está atuando para garantir o escoamento da produção, pois os trabalhos de manutenção e recuperação das estradas garantem o desenvolvimento econômico das regiões.

O programa chegou a Mucajaí e Alto Alegre e vai trabalhar para melhorar a trafegabilidade nas vicinais, atuando principalmente naqueles pontos críticos que estão impedindo a passagem das produções agrícolas, assim como do transporte escolar. Essa ação está beneficiando não apenas os produtores, mas todos que transitam por essas vicinais, segundo a governadora Suely Campos.

O secretário de Infraestrutura, Carlos Wagner, disse que a ação é emergencial. “Estamos implementando a patrulha mecanizada em vários municípios, uma ação com finalidade emergencial, que está dando suporte a oito municípios. As patrulhas estão atuando em pontos com maior dificuldade de acesso, e os trabalhos estão iniciando por vicinais ‘troncos’, que são aquelas que dão acesso a várias outras localidades”.

O prefeito de Alto Alegre, Pedro Henrique Machado, disse que no inverno é comum às rodovias terem muitos pontos críticos e o município tem sofrido com essa situação. “São diversas vicinais, como Paredão, Taiano, vila São Silvestre, que ficam com pontos críticos de atoleiros que atrapalham o transporte escolar, o acesso dos moradores, e até os atendimentos de saúde”.

MUCAJAÍ – No município, foram entregues 8 máquinas como, escavadeira, caminhões, retroescavadeiras e outros equipamentos de padrão menor. Segundo a prefeita, Eronilde Gonçalves, esta parceria vem para somar com o município, e beneficia os pequenos agricultores da renda familiar.

“O governo trouxe ajuda em um momento que estamos precisando muito. Devido às fortes chuvas, temos algumas vicinais isoladas e rotas escolares paradas. Com esses maquinários, resolveremos a situação dessas vicinais que estão sem acesso, e logo depois vamos estender para as demais localidades com demandas menos urgentes”, pontuou.

Recuperação de Pontes - Quase 30 pontes no estado estão sendo reconstruídas simultaneamente, inclusive com a substituição de algumas pontes de madeira por bueiros, garantindo mais qualidade de durabilidade. O serviço faz parte de uma parceria entre Seinf (Secretaria de Infraestrutura) e Codesaima (Companhia de Desenvolvimento de Roraima).

No município de Alto Alegre, por exemplo, estão sendo reconstruídas 12 pontes, beneficiando moradores nas vicinais Angelim (ALG-359), Guarani (ALG-145), 13 (ALG-458), 6 (ALG-353) e Estação Maracá (ALG-332), totalizando 205 metros e investimento de R$ 1.557.215,57.

Amajarí, ao Norte, está recebendo a reconstrução de 14 pontes, sendo que a maioria (9) está localizada na RR-203, que também está sendo recuperada. Também serão beneficiados os moradores da RR-342 e das vicinais Internacional, Santa Inês e Pacu. No total serão reconstruídos 505 metros de pontes, com investimentos de R$ 2.358.685,70.

Outro município beneficiado é o Cantá, onde 3 pontes de madeira estão sendo reconstruídas nas vicinais 5 (CTA-374) e Tronco Taboca (CTA-107), com extensão total de 120 metros.

OBRAS CONCLUÍDAS – Foram concluídos recentemente também no município os serviços de recuperação e terraplenagem das vicinal 09 (CTA-373/CAI-322) e 11 LD (CTA-375 e CTA-377), com extensão total de 91,3km. As duas vicinais tiveram 21 pontes de madeira substituídas por bueiros duplos, garantindo mais qualidade e segurança.

De acordo com Bríglia, todo esse investimento está sendo feito com recursos próprios do Governo do Estado. “A gestão da governadora Suely Campos está fazendo um esforço concentrado para atender a todos os municípios. Apesar das limitações financeiras, temos conseguido atender a maioria das demandas, sobretudo as mais emergenciais, garantindo que a população possa se deslocar com tranquilidade e segurança e os produtores possam escoar sua produção”, destacou.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down