Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Agosto é o mês destinado a incentivar mães a praticarem o aleitamento materno, pois o leite humano é a melhor maneira de garantir os nutrientes necessários aos recém-nascidos até os seis meses de idade, além de combater a mortalidade infantil. De 1 a 7 de agosto, a Semana Mundial de Aleitamento Materno promoverá um amplo debate sobre o assunto, com o tema “Amamentação é a base da vida”.

A abertura da programação aconteceu às 9h com uma palestra dos acadêmicos de medicina, no Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth para mães e puérperas, isto é, mulheres com bebês recém-nascidos. Além disso foi aberta uma exposição de fotos do Projeto Mamar Infinito, no Roraima Garden Shopping, a partir das 19h de ontem.

A programação inclui diversas ações, como palestras, roda de conversa, práticas de beleza e desenho artístico nas gestantes. Para encerrar as atividades e incentivar a amamentação, ocorrerá a 5° edição do “mamaço”, com as mães que amamentam.

Além de garantir a nutrição do bebê, o leite materno também garante proteção mais efetiva que qualquer outra forma de leite, animal ou vegetal. Contudo, segundo a coordenadora do Banco de Leite Humano de Roraima, Sílvia Furlin, o principal obstáculo é a falta de informação.

“O aleitamento materno é uma medida muito eficaz para a manutenção da saúde adequada da criança, mas é uma medida que precisa ser esclarecida e cultivada entre as mães. A semana vem para incentivar essa cultura do aleitamento e fortalecer a prática no Estado”.

BANCO DE LEITE - O Banco de Leite Humano Marilurdes Albuquerque do HMINSN (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) concentra toda a doação de leite de Estado, por isso, realiza um trabalho contínuo de sensibilização das mães sobre a importância do aleitamento materno. Esse trabalho é realizado por meio de duas palestras diárias, onde são dadas informações sobre amamentação para que as mães continuem o aleitamento quando retornarem para casa.

O Governo do Estado executa também o projeto Bombeiro Amigo do Peito, para a coleta do leite direto na casa as mães. O serviço conta ainda com agentes treinados para tirar dúvidas em domicílio sobre aleitamento e repassar informações sobre o banco de leite.

Para ser uma doadora ou procurar os serviços da unidade, basta se dirigir ao Banco de Leite, o que pode ser feito tanto por mães que estejam internadas no HMISN ou lactantes externas, ou entrar em contato pelos telefones 4009-4909 e 0800 782 0177.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down