Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Os 12 anos de criação da Lei 11.340/06, conhecida como Lei Maria da Penha, teve comemoração especial no Chame (Centro Humanitário de Apoio à Mulher), da Procuradoria Especial da Mulher. A ação coletiva foi realizada na manhã desta terça-feira (7), com uma panfletagem em frente à Assembleia Legislativa de Roraima. Com a distribuição de informativos. O intuito foi alertar a população sobre os sinais de violência e onde procurar ajuda.

A advogada do Chame, Aline Monteiro, explica que a lei protege as mulheres de todo o tipo de violência. “A violência física é mais fácil de ser observada, mas a maioria das vítimas sofrem ou já sofreram violência psicológica”, enfatizou a advogada destacando que as mulheres podem denunciar diretamente na polícia ou buscar orientação em instituições como o Chame.

Para a responsável pelo Centro, Cícera Nóbrega, apesar de os números de violência contra as mulheres serem crescentes, o trabalho de sensibilização deve sempre existir. “A violência doméstica é uma realidade no nosso Estado. Nós estamos entre os primeiros em relação à violência doméstica e isso não é bom. O objetivo do nosso trabalho é ajudar nesse enfrentamento”, explicou.

Abordado durante a ação, o motorista Ernandes Brandão ressaltou a importância da ação para que a sociedade se informe e não fique inerte perante a violência sofrida pelas mulheres. “A lei veio para conscientizar sobre a agressão sofrida pelas mulheres, porque além de alertar, encoraja as mulheres a denunciar”.

Quem também participou da ação foi a jornalista Mayara de Oliveira. Ela enfatizou que informações são sempre importantes para chamar atenção da população. “Muitas mulheres ainda desconhecem a lei. Alguns atos podem parecer mínimos, mas muitas vezes são formas de violência”, afirmou.

O Chame promove gratuitamente, acompanhamento jurídico, psicológico e social da mulher e da família vítimas de violência doméstica, garantindo assim, seus direitos através da Lei Maria da Penha. Quem quiser mais informações sobre como o Centro, pode entrar em contato pelo ZapChame – número do Chame pelo aplicativo WhatsApp (98402-0502) – ou pelo call center da Assembleia Legislativa 0800 095 0047. O trabalho é sediado na Rua Coronel Pinto, nº 524, Centro.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down