Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Pesquisa avaliou o nível de satisfação de alunos e professores que fazem parte do Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE); Roraima ficou em 2º lugar na análise

Mais uma vez o Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) em Roraima ganhou destaque na pesquisa nacional de satisfação e aplicabilidade, realizada com alunos e professores que fazem parte do PNEE (Programa Nacional de Educação Empreendedora). O trabalho no estado alcançou um índice positivo de 96%.

De acordo com a analista técnico do Sebrae-RR e gestora do PNEE, Elissandra Costa, a pesquisa incluiu os clientes de 2017 e mostrou o alcance positivo da disseminação da educação empreendedora com resultado qualitativo, que teve como base uma avaliação feita com aproximadamente 2,4 mil alunos dos ensinos fundamental, médio e superior.

Segundo ela, foram analisadas as atividades desenvolvidas ao longo do programa que envolve os projetos JEPP (Jovens Empreendedores Primeiros Passos) – voltado ao ensino fundamental; Formação de Jovens Empreendedores, Despertar e Crescendo e Empreendendo – destinado a alunos do ensino médio e ações realizadas com estudantes do ensino superior.

Os alunos do nível superior tem como base a disciplina de empreendedorismo, que trabalha o planejamento estratégico e a questão da inserção no mercado de trabalho. “Os indicadores nacionais afirmam que é assertiva essa ação do Sebrae, tendo em vista que tem contribuído para melhorar os índices de ingresso de jovens no mercado, com ferramentas e oportunidades singulares”, destacou a gestora.

Para Elissandra, o destaque na pesquisa é importante para todo o Estado de Roraima, visto que o Sebrae-RR tem buscado formas de garantir o sucesso do programa nas instituições de ensino. “Todos ganham com esse reconhecimento, sejam os estudantes, os professores, gestores, parceiros e a instituição”, completou.

A pesquisa anual mostrou um resultado de satisfação e qualidade alcançado com o Programa Nacional de Educação Empreendedora. A gestora informou que a porcentagem obtida é consequência de todo um trabalho e esforço conjunto, sendo satisfatório, porém a proposta é melhorar ainda mais esses números.

“Ela avaliou a satisfação geral do curso com 96% e isso é algo que nos orgulha, principalmente porque esse índice vem se mantendo ao longo de três anos consecutivos”, assegurou a analista técnico do Sebrae-RR, acrescentando que o objetivo é subir um degrau de cada vez. “Este ano tivemos o segundo melhor índice avaliativo de satisfação e de resultado qualitativo na aplicabilidade das metodologias”, declarou.

Os resultados qualitativos, segundo a gestora, também estão relacionados à mudança de comportamento dos alunos que participam dos projetos. “Os pais e professores têm percebido de maneira muito forte o reflexo do que eles aprendem em sala de aula, como exemplo, o incentivo ao comportamento empreendedor e o planejamento estratégico”, disse.

Ela frisou que a metodologia usada é a Canvas, uma ferramenta desenvolvida pelo Sebrae para estimular a criação e validade de modelos de negócios. A metodologia nada mais é que um planejamento estratégico, que permite desenvolver e esboçar modelos de negócio novos ou existentes, que envolve proposta de valor, segmento de clientes, atividade-chave, parcerias principais e outros.

“Pela proporção de atendimento de alunos no estado, esse reconhecimento para nós foi muito honroso e nos deixou muito feliz, pois o trabalho vem sendo abraçado por todos. Os parceiros como Prefeitura, Governo e instituições de ensino superior têm demonstrado muito apoio. Eles identificam o papel do Sebrae-RR, não só voltado aos empresários que já estão no mercado, mas também para quem precisa se preparar para entrar nessa disputa”, concluiu Elissandra.

EM 2017 – Com a nota 9,1, o Sebrae-RR ganhou evidência na pesquisa nacional de satisfação e aplicabilidade realizada com os resultados do Programa Nacional de Educação Empreendedora. À época, a pesquisa foi feita com 5.755 entrevistados, destes 4.940 alunos e 815 com professores que participaram do programa nos primeiros seis meses de 2017.

JEPP – o curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos possibilita que a criança aprenda de forma lúdica e desenvolva habilidades e comportamentos empreendedores. O Sebrae-RR incentiva os alunos do Ensino Fundamental a buscarem o autoconhecimento, novas aprendizagens, além do espírito de coletividade, por meio da cultura empreendedora.

FJE – o curso de Formação de Jovens Empreendedores auxilia no desenvolvimento das características do comportamento empreendedor nos estudantes do ensino médio, orientando-os a reconhecerem seu potencial realizador, para que planejem o futuro procurando encontrar e aproveitar oportunidades de integração no mercado de trabalho ou na criação do seu próprio negócio.

DESPERTAR – o curso busca estimular o empreendedorismo entre estudantes do ensino médio, transmitindo-lhes uma visão de mundo abrangente, para que possam identificar suas potencialidades e descobrir novas oportunidades, proporcionando uma visão ampla do empreendedorismo, que engloba a cooperação, a cidadania e a ética.

CRESCENDO E EMPREENDENDO – O curso tem a finalidade de provocar uma discussão entre os alunos do ensino médio sobre trabalho, negócio e empreendedorismo, a fim de fazer com que ele conheça esse universo e se predisponha a identificar oportunidades por meio da adoção de atitudes empreendedoras. Todo o conteúdo é transmitido por meio de oficinas.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down