jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Solicitação partiu da escola, devido ao crescimento da violência doméstica na região

O Chame (Centro Humanitário de Apoio à Mulher), da Assembleia Legislativa, realizou  nesta quinta-feira (7) palestras sobre violência doméstica direcionada a professores da comunidade indígena do Canauani, no município do Cantá, a 36 quilômetros da Capital.

O encontro ocorreu na Escola Municipal Professora Leomar Cruz Cadete. A equipe multidisciplinar do Chame, composta por advogada, psicóloga e assistente social, levou informações sobre a Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/06), os tipos de violência, relacionamento abusivo, o ciclo da violência e as consequências para as crianças.

Segundo a coordenadora do Chame, Elizabete Brito, a solicitação partiu da própria escola devido ao crescimento da violência doméstica na região. “A palestra foi produtiva, pois muitos participaram e tiraram dúvidas”, disse, ao citar que a equipe ouviu relatos como o de uma mulher que após quase 20 anos de relacionamento, sofreu tentativa de homicídio por parte do ex-companheiro.

Os homens tiveram participação ativa durante a palestra. De acordo com Elizabete, entre as principais dúvidas do público masculino, estava a abrangência da Lei Maria da Penha, e em quais situações os homens podem ser aparados em caso de violência doméstica cometida pela mulher. “Todas as perguntas foram respondidas pela advogada”, esclareceu.

Na busca por esclarecer dúvidas dos cidadãos sobre violência doméstica e familiar, o Chame está à disposição para ministrar palestras como esta. Os interessados devem oficializar o pedido na sede do centro, localizada na rua Coronel Pinto, nº 524, no Centro. Outras informações pelo 98801-0522.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down