jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

A cidade irá sediar debate e oficina prática na sexta-feira, 16, onde os participantes vão conhecer trabalho considerado modelo e apontar outras soluções; as inscrições para participar devem ser feitas até segunda-feira, 12

 O Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 (GT Agenda 2030) reúne mais de 40 entidades de diferentes setores que, juntas, cobrem todas as áreas dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030. O grupo incide sobre o Estado brasileiro e as organizações multilaterais, principalmente a Organização das Nações Unidas (ONU), promovendo o desenvolvimento sustentável, o combate às desigualdades e às injustiças e o fortalecimento de direitos universais e indivisíveis, com base no pleno envolvimento da sociedade civil em todos os espaços de tomada de decisão.

O GT Agenda 2030 e a ONG Visão Mundial, em parceria com o Tribunal de Contas do Estado de Roraima (TCE-RR), realizará, dia 16 de agosto, Sexta-feira, das 9h às 16h, no Tribunal de Contas de Roraima - TCE/RR (Rua Agnelo Bitencourt, 126, Centro), a oficina "Alinhando as políticas públicas aos ODS". A atividade é voltada para gestores municipais e representantes da sociedade civil e será facilitada pelo auditor e professor da Universidade Federal do Pará - UFPA, Thomé Oestreicher.

O debate, aberto ao público, será no dia 16/8 e vai acontecer no auditório do TCRR. As inscrições, gratuitas, podem ser feitas pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. , até está segunda-feira (12 de agosto). Basta aos interessados informar o nome completo, CPF, RG, telefone e endereço eletrônico. Haverá uma seleção dos participantes por ordem de recebimento dos pedidos e mediante confirmação, para respeitar a capacidade do local do evento. O encontro será transmitido ao vivo, em tempo real, pela internet. Para acompanhá-lo será preciso acessar a página @gtagenda2030 no Facebook, no Instagram e no Twitter, para ter acesso ao link.

A ideia é difundir casos práticos, avaliar os cenários encontrados atualmente e verificar os desafios das cidades, estados e organizações e entidades civis que trabalham pelo cumprimento da agenda do desenvolvimento sustentável.

"A proposta da oficina é trazer maior efetividade na condução das políticas públicas e, também, contribuir para que os entes federados respondam aos compromissos firmados pelo Brasil, a nível internacional, por conta da Agenda 2030. Sendo assim, este alinhamento é importante por significar não apenas uma melhoria na execução dos compromissos das cidades oferecendo instrumentos práticos aos gestores; mas principalmente por impactar diretamente na geração do objetivado desenvolvimento sustentável", explicou Welinton Pereira, diretor de Advocacy da Visão Mundial e membro do GT Agenda 2030.

A oficina faz parte de uma série de eventos que o GT Agenda 2030 realizará em diversas cidades do país, por meio de um projeto financiado pela União Europeia com o intuito de contribuir para a implementação dos ODS. Já foram realizadas oficinas em Recife, São Luís, Belo Horizonte e Florianópolis.

Percorrendo o país – O GT Agenda 2030 é uma coalizão com mais de 40 ONGs, movimentos sociais, fóruns e fundações brasileiras responsável pela difusão, promoção e monitoramento da implementação dos ODS no país. Desde abril, seus representantes e de outras instituições convidadas – especializados em formulação de políticas e prestação de contas públicas e em controle – estão percorrendo o país neste projeto de capacitação.

As oficinas mostram como as cidades ou organizações podem desenhar os serviços que oferecem à população, como medir a eficiência destes serviços e como ter melhores formas de apresentar os resultados destes projetos aos moradores. As oficinas e debates realizados fazem parte de um projeto nacional, financiado pela União Europeia e já passaram por Pernambuco, Maranhão, Santa Catarina, Brasília, Belém, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Ainda neste mês, além de Roraima, as visitas acontecerão em São Paulo e Mato Grosso do Sul.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down