jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Com o objetivo de alertar a sociedade sobre a prevenção ao suicídio e a valorização da vida, cerca de 50 entidades lançaram na manhã quinta-feira (29 de agosto), na sede do Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR), o protocolo de intenções da Campanha Setembro Amarelo.

A campanha no Estado é coordenada pelo MPRR, por meio da Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde. Esta é a quarta edição da campanha, que este ano traz como slogan “Setembro Amarelo: você importa, você tem valor, você não está só”.

Segundo a Promotora de Justiça de Defesa da Saúde, Jeanne Sampaio, as instituições envolvidas realizarão durante todo o mês, atividades voltadas para a valorização da vida. A intenção é abordar o tema de forma consciente e apresentar soluções de tratamento.

“Queremos levar ao maior número de pessoas possíveis essas informações sobre a prevenção ao suicídio e valorização da vida. É um problema de saúde pública, mas que precisa ser resolvido com apoio de todos”, destacou.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 800 mil pessoas morrem todos os anos por atentarem contra a própria vida, o que corresponde a uma morte a cada 40 segundos. Só no Brasil, segundo a OMS, 32 pessoas cometem suicídio todos os dias.

Prevenção e Atenção - Para a coordenadora do Conselho Regional de Psicologia em Roraima, Rayssa Lemos, a prevenção ao suicídio envolve vários atores, entre eles, a rede de apoio ligada à saúde, educação e família. "É importante perceber essas mudanças de comportamento e saber direcionar para poder dar o apoio necessário nessas situações", acrescentou.

Essas estratégias de prevenção são medidas adotadas atualmente pelo Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI-Leste), que atende a mais de 300 comunidades indígenas, em 11 municípios de Roraima. A responsável técnica pela saúde mental do Distrito, Jaqueline Beatriz Henker, esclarece que somente em 2016 foram registrados 16 casos de suicídio, enquanto no 1º semestre deste ano houve o registro de três mortes.

“A nossa estratégia é estar mais próximo dos indígenas. A medida facilita a percepção dos sintomas. Entre eles, quando o indivíduo está mais afastado da comunidade, que já pode caracterizar algum tipo de problema comunitário e familiar”, explica.

3008 Setembro Amarelo

Atividades/Programação:

1. Caracterização da Instituição com a identidade visual da ação por meio de iluminação dos prédios institucionais na cor amarela ou colocação de mantos ou laços amarelos durante todo o mês de setembro do presente ano;

2. Promoção de atividades educativas nas escolas em situação de risco selecionadas pelo Setor Psicossocial da SEED e da SMEC;

3. Realização de Curso de Saúde mental para profissionais de saúde voltado ao manejo clínico em casos de suicídio;

4. Realização de Desafio Criativo para Educadores para elaboração de projetos de enfrentamento ao suicídio e automutilação no ambiente escolar;

5. Realização do Concurso de Redação e Desenho para alunos da educação infantil, fundamental e médio da rede pública e privada de ensino;

6. Confecção e Distribuição de material educativo de valorização à vida e prevenção ao suicídio alusivo à Campanha Setembro Amarelo RR 2019;

7. Realização de momentos de valorização e bem-estar do servidor nas instituições de interesse da saúde, segurança pública e demais instituições interessadas;

8. Retrospectiva das edições anteriores e condecoração dos pioneiros de destaque da Campanha Setembro Amarelo em Roraima;

9. Realização do Encontro de Comandantes pela Valorização da Vida e Prevenção ao Suicídio;

10. Realização do Encontro da comunidade religiosa pela Valorização da Vida e Prevenção ao Suicídio;

11. Encontro pela Valorização da Vida e prevenção ao suicídio com esposas e familiares de militares;

12. Realização de ações de valorização da vida e prevenção ao suicídio nas comunidades indígenas e municípios do interior de Roraima;

13. Elaboração de manuais de Enfrentamento ao suicídio em Roraima.

Entidades Parceiras

A campanha conta com a parceria do MPRR, Universidade Federal de Roraima, Assembleia Legislativa do Estado de Roraima, Tribunal de Justiça do Estado de Roraima, TRE, TCE, Secretaria Estadual de Educação, Secretaria Estadual de Saúde, Secretaria Municipal de Saúde de Boa Vista, Detran-RR, Câmara Municipal de Vereadores de Boa Vista, Corpo de Bombeiros Militar, Conselho Regional de Medicina, 1ª Brigada de Infantaria de Selva, Base Aérea de Boa Vista, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Conselho Regional de Medicina, Ordem dos Advogados do Brasil - seccional Roraima, Conselho Regional de Psicologia, Conselho Regional de Enfermagem, Corpo de Bombeiros do Estado de Roraima, Polícia Militar do Estado de Roraima, Diocese de Roraima, Federação Espirita de Roraima, Ordem dos Ministros Evangélicos no Brasil e Exterior, Ordem Estadual de Ministros Evangélicos, Nação Caimbé, Clarentiano, Fundação São Vicente de Paula, Distrito Sanitário Especial Indígena Yanomami, Distrito Sanitário Especial Indígena Leste, Caps Mucajaí/Prefeitura Municipal de Saúde de Mucajaí, Município de Iracema, Cantá, Caracaraí, Rorainópolis, Amajari e Uiramutã, Serviço Social da Indústria Roraima – Sesi/RR, Faculdade Unama, Faculdades Cathedral, Faculdade Estácio Atual, Liga Roraimense de Caratê, Liga Roraimense de Combate ao Câncer e CAER.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down