jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

0411 Curso Internet IPv6

Assim como a telefonia, a rede mundial de computadores também passa por mudanças para suportar o crescente número de dispositivos conectados. Esse é um caminho sem volta e todos os Estados brasileiros terão que se adaptar a nova realidade. Por isso o Centro de Tecnologia da Informação (CTI) do Governo de Roraima promoveu em outubro, um curso de capacitação para o novo protocolo de comunicação de Internet.

O curso teve apoio da Secretaria de Tecnologia Fazendária (Setif), Universidade Estadual de Roraima (Univirr) e foi ministrado Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br).

O instrutor do curso foi o analista de projetos do NIC.br, Eduardo Barasal Morales. Ele falou sobre o trabalho para a multiplicação dos conhecimentos sobre o IPv6, para administradores de rede de todo o país. “Atualmente o protocolo usado no Brasil é o IPv4, que não comporta mais o número de dispositivos conectados à rede. O nosso trabalho é disseminar as informações sobre o novo protocolo, chamado IPv6, para que essa migração seja tranquila e que a internet continue funcionando de maneira estável”, explicou.

Na prática, a quantidade de dispositivos conectados à Internet em todo o planeta já ultrapassou há muito tempo, o número de endereços de protocolo, que funcionam como números de telefone para cada dispositivo.

E não são apenas computadores. Hoje, tablets, smartphones, smart TVs, entre outros aparelhos eletrônicos, possuem essa identificação. A previsão é que em março de 2017 o protocolo atual, IPv4, não comportará a demanda, provocando diversos problemas para os usuários, entre eles, a incompatibilidade de equipamentos e problemas na configuração de modens.

Um dos responsáveis por trazer o curso, realizado de forma gratuita pela NIC.br, foi o administrador de redes do Estado, Albert Lima, que ressaltou que a capacitação é importante não apenas para as instituições públicas, mas também os provedores de Internet no Estado.

O diretor do CTI, Jaime Haickel, destacou que o treinamento beneficiará diversas instituições públicas e privadas de Roraima. “Temos aqui, administradores de rede de instituições de ensino, Exército, Tribunal Regional Eleitoral, Tribunal de Justiça, Ministério Público Estadual, prefeitura de Boa Vista, ou seja, profissionais de TI das principais instituições do Estado, para que possamos adotar esse novo protocolo, formando novos multiplicadores do IPv6”.

“A ideia é melhorar a segurança do fluxo de informações nessas instituições. Hoje dependemos muito mais da Internet que antes. Então é muito importante que tenhamos uma Internet confiável e esse protocolo será importante para isso”, finalizou

0
0
0
s2smodern

logo JRH down