jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O Processo Judicial Eletrônico (PJe) será implementado nas duas zonas eleitorais de Boa Vista (1ª e 5ª) a partir desta terça-feira, dia 20 de agosto, tornando obrigatória a utilização do sistema para proposição e tramitação de todos os processos no âmbito da Justiça Eleitoral roraimense, já iniciando na primeira instância. A implantação da ferramenta nas zonas eleitorais do interior ocorrerá a partir do próximo dia 24 de setembro.

De acordo com Ianh Coutinho, técnico judiciário e multiplicador do PJe-Zonas, o tutorial do sistema PJE-Zonas para advogados e profissionais do MPE está disponível, respectivamente, no seguinte endereço eletrônico . “É fundamental que esses profissionais façam o curso pois será obrigatório o uso desse sistema para ajuizamento e tramitação de ações na primeira instância”, destacou.

Treinamentos - A capacitação dos operadores do PJe nas zonas eleitorais foi feita de forma concomitante com a expansão do uso do sistema. Os servidores das 1ª e 5ª Zonas já passaram, no início deste mês, por treinamento ministrado por multiplicadores de conhecimento, responsáveis pela disseminação do uso da ferramenta por todas as zonas eleitorais da sua jurisdição.

Mais Agilidade - O PJe é um sistema que permite a tramitação de processos exclusivamente por via eletrônica, tornando a prestação jurisdicional mais ágil, eficiente, econômica e sustentável, considerando que o trâmite em ambiente digital garante amplo acesso aos documentos do processo – por mais de um interessado ao mesmo tempo –, independentemente de onde se encontrem, possibilitando a consulta e a prática dos atos processuais.

A ferramenta vem sendo implantada gradualmente na Justiça Eleitoral desde 2015, quando começou a ser utilizada inicialmente para a tramitação de algumas classes processuais originárias do TSE. Aos poucos, mais classes foram sendo incluídas, na medida em que o sistema passou a ser utilizado também pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs). Em 2019, será a vez da primeira instância.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down