jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Os debates sobre a implantação de uma incubadora de empresas no Instituto Federal de Roraima (IFRR) remontam a 2012, e agora, depois extensos diálogos com outras instituições e de ouvir a comunidade acadêmica sobre o tema, foi lançada a marca Koneka durante, a Semana de Empreendedorismo e Inovação (Semei 2019).

Koneka, que na língua macuxi significa "fazer" e/ou "construir", é o nome da incubadora de empresas do IFRR escolhido em uma consulta pública no início deste ano. Em novembro de 2018, outro processo de consulta foi aberto à comunidade acadêmica, o da minuta do regulamento. A perspectiva é que o trabalho da incubadora comece este ano em alguns dos campi.

“Inauguramos um pedaço da ideia da nossa incubadora multisetorial pensando em como podemos contribuir para o desenvolvimento local e a transformação da vida dos nossos estudantes, servidores e comunidade em geral”, disse o coordenador de Empreendedorismo do IFRR, Wilson Alves da Silva Filho.

Conforme ele, a incubadora vai prestar apoio logístico, gerencial e tecnológico ao empreendedorismo, estimulando a criação e o desenvolvimento de pequenas empresas com atividades voltadas à inovação.

2609 Koneka BrandbookSobre a mudança no nome da incubadora, escolhido durante a última consulta pública, o coordenador explicou que, encerrada a consulta pública, foi realizada busca de anterioridade da marca e constatado que o nome anterior, Indetecs, já tinha registro de propriedade intelectual no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi) vinculado a outra instituição pública. “Então, Koneka foi o nome contemplado”, explicou Alves.

Criação da Marca - A criação e o desenvolvimento da identidade visual Koneka ficou a cargo da programadora visual do IFRR Jayne Thomé, que apresentou o resultado do trabalho na Semei. Pelo brandbook (manual da marca), a principal referência escolhida para a construção do símbolo foi a darruana, utensílio indígena da etnia macuxi, porém utilizado e fabricado por todas as etnias do Estado de Roraima.

Jayne explicou que o trançado complexo utilizado na construção da darruana busca referenciar o caráter multissetorial da Koneka. “A composição da marca seguiu um briefing baseado em três princípios: formalidade, diversidade setorial e referência de cultura indígena. Buscamos alcançar esses objetivos por meio da escolha do símbolo, das cores e da tipografia”, disse.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down