Segunda, 16 Março 2020 10:49

Argentina fecha fronteiras por 15 dias para combater coronavírus

Escrito por Walter Bianchi e Cassandra Garrison, da Reuters - Buenos Aires

A Argentina decretou nesse domingo (15) o fechamento das fronteiras como medida de precaução diante da pandemia de coronavírus, anunciou o presidente Alberto Fernández em entrevista coletiva.

"Nos próximos 15 dias, ninguém poderá entrar no país, exceto argentinos e estrangeiros residentes", afirmou o presidente.

"O coronavírus não vem apenas da Europa e está começando a afetar os países vizinhos e a nós mesmos", acrescentou.

Fernández destacou que as aulas foram suspensas em escolas públicas e privadas até 31 de março como forma de prevenção.

Após uma reunião com autoridades e especialistas em saúde, o presidente afirmou que os parques nacionais também serão fechados, que aqueles com mais de 65 anos serão licenciados de seu trabalho e que os eventos que reúnam grande número de pessoas serão suspensos.

"Tudo indica que o que precisamos fazer é minimizar a circulação do vírus. Fazer tudo que for possível para que o vírus não circule entre nós", disse Fernández.

"Temos que ganhar tempo para poder gerenciar melhor a questão da saúde", afirmou.

O Ministério da Saúde da Argentina informou que o número total de casos confirmados de coronavírus no país é de 56, com duas mortes.

Até agora, o coronavírus infectou mais 162 pessoas em todo o mundo e matou pelo menos 6.070, de acordo com uma contagem da Reuters.