Quinta, 21 Maio 2020 02:53

Postos de Saúde - Saiba como é feito o atendimento a pacientes suspeitos de coronavírus

Escrito por Jamile Carvalho
A Prefeitura de Boa Vista adota metodologia diferenciada para atendimento de pessoas que buscam as unidades básicas de saúde com sintomas do novo coronavírus. O atendimento vale para pacientes com sintomas leves e segue protocolo recomendado pelo Ministério da Saúde.

A metodologia consiste em um sistema de triagem onde o paciente é levado até um local específico e o profissional de saúde levanta informações sobre sintomas, mantendo sempre o distanciamento adequado. Dependendo da avaliação médica, o paciente receberá ou não indicação para o teste rápido.

“As unidades devem ser procuradas somente se a pessoa estiver apresentando pelo menos três dos sintomas da doença. Os testes só são realizados conforme avaliação médica e se a pessoa estiver no oitavo dia de sintoma. É importante lembrar que estamos chegando ao pico da pandemia, com grande aumento no número de casos, por isso é de extrema importância manter o isolamento social”, explica a médica da família, Priscila Thomé Avelino Mesquita.

Os casos mais leves de gripe, sem dificuldade respiratória ou doenças preexistentes, são atendidos nas unidades básicas. Já os casos mais graves são encaminhados para os hospitais, como pessoas com dificuldades de respirar e com doenças cardíacas, respiratórias crônicas, renais e outras.

Reforça que não há tratamento adequado para o novo coronavírus, contudo, o médico está preparado para tratar os sintomas como febre, dores de cabeça, coriza, e outros, com os medicamentos necessários. A recomendação, após isso, é o repouso e isolamento em casa. Caso haja piora nos sintomas, como o aparecimento de falta de ar e outros, o recomendado é buscar atendimento no Hospital Geral de Roraima.

Pico – A Prefeitura de Boa Vista estima que o pico da pandemia do coronavírus deve acontecer aproximadamente no meio do mês de junho, visto a rapidez com que o número de casos aumenta.

E solicita que a população fique em casa, mas se for preciso sair, tome todos os cuidados necessários para evitar a contaminação com pessoas que estejam com a doença como, por exemplo, usar máscara, higienizar as mãos com água e sabão ou álcool em gel e respeitar o distanciamento obrigatório entre as pessoas que é de, no mínimo, um metro e meio, segundo especialistas.

“Por isso é muito importante que as pessoas compreendam esse momento e permaneçam em casa, só vá até uma unidade de saúde se tiver realmente necessidade, com sintomas da doença”, explica Cinthia Brasil, superintendente de Atenção Primária a Saúde de Boa Vista.

Capacitação – Ainda esta semana, médicos infectologistas farão uma capacitação para os médicos da atenção primária do município de Boa Vista, abordando o manejo clínico, conduta médica, protocolos e esclarecimento de dúvidas sobre os atendimentos de pacientes da covid-19. O treinamento será realizado em parceria com Conselho Regional de Medicina (CRM), virtualmente, através de um aplicativo.