Segunda, 17 Agosto 2020 13:19

E o Nicoletti, hein! Tomou um “píto” da Polícia Federal por dá pitaco na operação Vírion.

Escrito por Peronnico

O deputado federal Antonio Nicoletti, que é patrulheiro rodoviário, foi meter o bedelho nas ações da Polícia Federal de Roraima e acabou “tomando um chega pra lá”.

Nicoletti foi dizer em sua página no Facebook que graças à sua insistência a PF agiu para combater a roubalheira na Secretaria de Saúde de Roraima, deflagrando a Operação Vírion na última quinta.

“Após minhas reiteradas solicitações, amanhecemos nesta quinta-feira (13) com uma importante ação da Polícia Federal (PF) para desarticular a corrupção em nosso Estado: foi deflagrada a operação Vírion, que investiga fraudes em contratos da Saúde em Roraima”, escreveu Nicoletti.

Ele disse também que desde maio, quando surgiram as primeiras denúncias, já havia acionado a PF, por meio de ofício, e pedido pessoalmente ao superintendente da instituição em Roraima, Richard Macedo, para que as denúncias de compras superfaturadas e outras inconsistências fossem apuradas, com absoluta rapidez.

Mas a PF se sentiu ofendida com o intrometimento do parlamentar e rebateu. Em nota a instituição disse:

“A Superintendência de Polícia Federal em Roraima informa que o inquérito referente ao objeto da operação Vírion, deflagrada em 13/8, foi instaurado ainda no mês de abril. Após o início das investigações foram recebidos diversos documentos e requerimentos  – de órgãos federais, estaduais e de terceiros – relacionados aos fatos apurados, os quais receberam o tratamento habitual nesta unidade, nos termos dos normativos vigentes”.

Houve também manifestações de um policial federal ante a provocação de Nicoletti. Jesaias Portela, policial federal lotado na Superintendência de Roraima discordou do deputado. Em uma postagem também no Facebook, escreveu que a PF jamais se moveu nessa ação por indicação “desse ou daquele indivíduo”. VEJA POST ABAIXO:

Mas Nicoletti também afagou a Polícia Federal pela ação: “Parabéns à PF pelo início da operação e que todos os fatos sejam averiguados para que os responsáveis sejam punidos e responsabilizados. Roraima não pode mais ficar à mercê daqueles que insistem em macular o nosso estado com a corrupção. Seguiremos acompanhando os desdobramentos e cobrando celeridade nesse processo”.

Nicoletti disse que investigações já apontam irregularidades da ordem de R$ 50 milhões na aquisição de insumos médico-hospitalares, respiradores, testes rápidos, material informativo e leitos em hospitais particulares. “Estamos falando de milhões em recursos que poderiam ter sido bem empregados para aliviar os problemas do Sistema de Saúde de Roraima e garantir atendimento digno e de qualidade para tantos homens e mulheres roraimenses, que sofrem com a precariedade da Saúde no Estado”.

É lamentável para nós, como cidadãos, ver o descaso do Governo Estadual e, agora, sérios indícios de ilegalidades em uma área tão sensível como a Saúde, que envolve, acima de tudo, vidas. É por razões como essa que já havia entrado com o pedido de impeachment do governador Antônio Denarium, o qual infelizmente foi rejeitado pela Assembleia Legislativa Estadual, de forma sumária, sem ao menos ser discutido.