Sexta, 08 Novembro 2019 03:58

SERÁ QUE DORMIR POUCO ENGORDA?

Escrito por Marinez Andrade

Sim. Dormir pouco aumenta a fome, principalmente de carboidratos. Por isso, para ajudar a manter seu
peso, vale a dica: durma bem.
Essa foi a conclusão de um estudo publicado por pesquisadores da Universidade do Colorado.
Observou-se que apenas 5 dias – o que equivale a uma semana normal de trabalho – com horas
insuficientes de sono bastam para desregular nosso equilíbrio energético.
Açúcar, sal e gordura saturada: existe uma quantidade segura?
Dormir pouco significa mais horas acordado. Parece óbvio, mas para o nosso metabolismo isso significa
que o corpo precisa armazenar mais energia para garantir todo o trabalho em excesso, posto que
acordados gastamos muito mais. Tudo certo. Só que quando o alimento é fácil, como em nosso caso –
afinal, não precisamos sair para caçar: basta andar até a geladeira – a tendência é armazenarmos muito
mais energia do que precisamos. Resultado: ganhamos mais peso.
Os pesquisadores observaram que o sono insuficiente aumenta nosso gasto de energia em
aproximadamente 5%. No entanto, tendemos a armazenar muito mais energia do que isso. Temos mais
fome principalmente à noite, após o jantar. Dá uma fome específica de alimentos altamente calóricos,
principalmente de carboidratos.
Quem não gosta de “assaltar” a geladeira ou a dispensa à noite atrás de um doce delicioso?
A privação de sono desequilibra a “ordem” vinda dos hormônios que promovem as sensações de fome e
saciedade. Mesmo que os hormônios sinalizem energia acumulada, o organismo não identifica estes
sinais e armazena mais. Engordamos, portanto.
Mas há uma boa notícia: voltar a dormir bem pode emagrecer. As pessoas estudadas que tiveram sono
insuficiente, quando retornaram ao hábito de dormir adequadamente, perderam até 0,5 Kg de peso. O
organismo se reequilibrou.
Quanto cada um deve dormir por noite?
Ao redor de 8 horas por noite em média. Sabe-se que há variações individuais: uns precisam de mais,
outros de menos. Sinta onde está seu ponto de equilíbrio. Acordar descansado e não ter a necessidade
de “cochilos” frequentes ao longo do dia são bons parâmetros.
Durma e coma o suficiente para você: simples assim.