Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

RenovaBR prepara novo ciclo de formação e pré-inscrições já atraíram mulheres de todos os Estados brasileiros

Depois de formar 133 lideranças políticas e ajudar a eleger 17 parlamentares nas eleições de 2018, o instituto RenovaBR se prepara para iniciar um novo ciclo de qualificação. Assim como no primeiro módulo, um dos objetivos do RenovaBR é garantir a representatividade feminina no programa, que conta com aulas em diferentes temáticas, como educação e  saúde, gestão fiscal e ética na vida pública. Desta vez, o foco também estará nos desafios e os problemas que as cidades precisam enfrentar.

As inscrições para o Programa de Formação de Lideranças Municipais serão abertas no próximo mês de abril. Por enquanto, no período de pré-inscrição, quase duas mil mulheres que pretendem ser novas lideranças políticas já se cadastraram. O número representa mais de 20% dos inscritos. Três estados da Região Norte do país lideram o ranking. No Acre, no Amapá e em Roraima, a quantidade de mulheres cadastradas passa de 30%.

Por enquanto, mais de 40 inscritas declararam que fazem parte do Vote Nelas, movimento suprapartidário, feminino e feminista, a favor de mais mulheres na política. No último ciclo de formação, três lideranças formadas pelo RenovaBR faziam parte desse movimento.

“Já temos bons exemplos de mulheres competentes em muitos cargos de liderança do setor privado, mas quando o assunto é política, há um enorme desafio. Precisamos identificar mais mulheres ativas politicamente e comprometidas com o país. Nosso objetivo é ajudá-las a se tornarem lideranças ainda mais relevantes, para que elas sirvam de exemplo e inspirem cada vez mais mulheres jovens que desejam entrar na política. Este é um tema prioritário no RenovaBR”, afirmou a diretora-executiva do RenovaBR, Izabella Mattar.

Em 2017, no primeiro programa de formação, mais de 4.000 pessoas se inscreveram e, dos selecionados para o ciclo de formação, 28% eram mulheres. Nas eleições de 2018, três líderes do RenovaBR foram eleitas: Tabata Amara, a sexta deputada federal mais votada em São Paulo; Joênia Wapichana, a primeira deputada indígena na história da Câmara dos Deputados, e Marina Helou, que vai compor a bancada feminina da Assembleia Legislativa de São Paulo. Nas urnas, as três tiveram mais de 300 mil votos.

Liberdade para se posicionar e foco em soluções

O novo programa de qualificação, com previsão para o segundo semestre de 2019, tem como objetivo qualificar lideranças de diferentes partidos e ideologias. Aberto a posicionamentos políticos diversos, o que realmente importa para o RenovaBR é o comprometimento das lideranças com os eleitores, o bom uso do dinheiro público e a busca por soluções inovadoras para velhos problemas urbanos.

O programa, que mais uma vez será ministrado pelos principais especialistas do Brasil, tratará de temas do dia a dia das cidades. Assuntos que todos os vereadores e prefeitos precisam dominar, como saúde da família, educação em primeira infância e lei de uso e ocupação do solo, por exemplo, farão parte do conteúdo.

O RenovaBR existe para ajudar gente honesta e competente a entrar na política. O programa seleciona e prepara pessoas do Brasil inteiro para renovar quadros e, sobretudo, práticas da política brasileira. Não importam partido e posicionamento. A prioridade do RenovaBR é capacitar pessoas dispostas a dialogar e que tenham comprometimento ético.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down