Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

A Delegacia de Repressão a Entorpecentes do Departamento de Narcóticos da Polícia Civil incinerou na manhã de terça-feira (27) mais de 30 quilos de drogas. A destruição do entorpecente foi realizada em uma fábrica de cerâmica que fica localizada no Distrito Industrial de Boa Vista.

Segundo a Polícia Civil o material ilícito refere-se a procedimentos como auto de prisão em flagrante, termo circunstanciado de ocorrência e boletins de ocorrência realizados na Departamento de Repressão a Entorpecentes e demais unidades policiais da capital no ano de 2017 e que renderia em torno de R$ 300 mil ao tráfico de drogas se não tivesse sido apreendida.

O titular da Delegacia de Repressão a Entorpecentes, João Evangelista, explicou que o combate ao tráfico em Boa Vista se torna mais difícil em razão da pulverização, já que em um único bairro poderá existir várias chamadas “bocas de fumo”.

Explicou ainda que os entorpecentes entram no estado principalmente por meio das fronteiras com a Guiana e a Venezuela e destacou o trabalho investigativo no combate a esta atividade ilícita.

Já o diretor do Departamento de Narcóticos, delegado Juraci Rocha, que acompanhou pessoalmente o trabalho de incineração, enfatizou que a destruição de entorpecentes é um trabalho contínuo por parte da Polícia Judiciária por intermédio daquele departamento, mas que somente pode ser realizado, quando há uma autorização formal do Judiciário.

Rocha ressaltou também, que além dos agentes do departamento e do Departamento de Repressão a Entorpecentes, estiveram presentes um representante do Ministério Público Estadual e uma equipe da Vigilância Sanitária.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down