logo jrh

Boa Vista - RR, Quinta-feira, 23 de maio de 2019

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR), por intermédio da Procuradoria-Geral de Justiça, auxiliada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate a Organizações Criminosas (Gaeco), com apoio da Polícia Rodoviária Federal e agentes da Força Nacional deflagaram na manhã desta quarta-feira, 02/01, a “Operação Royal Flush”.

São alvos da Operação o deputado estadual Jalser Renier Padilha, sua esposa, Cinthya Gadelha; Cristiano Pontes Thomé; Vanira Wanderley Gadelha; Carlos Olímpio Melo da Silva; Elísia Martins e Anacleto Martins, além das empresas C.V. Derivados de Petróleo – Auto Posto Princesa Isabel e Martins e Padilha Serviços Ltda..

A operação que ainda está em curso faz uma alusão à melhor jogada no jogo de Poker, chamada de Royal Flush. A pedido do MPRR foram cumpridos 9 mandados de busca e apreensão, sequestro de bens móveis e imóveis. A decisão foi proferida pelo magistrado Luiz Fernando Castanheira Mallet, do Tribunal de Justiça (TJ/RR).

A Operação está relacionada às investigações do MPRR sobre fraudes em processos licitatórios, contratos administrativos, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

As investigações iniciaram–se a partir de delação premiada homologada pelo TJ/RR, apontando supostos desvios de contratos licitatórios feitos por servidores da ALE em favor do parlamentar Jalser Renier Padilha, bem como pela apreensão de documentos e relatórios técnicos confeccionados por auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RR), além de uma agenda contendo a contabilidade dos valores desviados e dos beneficiários.

A partir de então foram realizadas diligências complementares, bem como postuladas medidas cautelares da quebra de sigilo bancário e fiscal pelo MPRR, que apontaram movimentações financeiras atípicas por parte do deputado estadual e demais investigados.

O MPRR também investiga a prática do crime de obstrução da Justiça pela suspeita de vazamento da Operação.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down