Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Jalser Renier garantiu, em reunião do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado – Sinter, quarta-feira (22/11), que envidará todos os esforços para alocar recursos no Orçamento de 2018 para garantir o pagamento das progressões salariais da categoria.

Na reunião foi apresentada uma proposta de emenda parlamentar a ser inserida no Orçamento do próximo ano. O diretor geral do Sinter, Flávio Bezerra, lembrou que o pagamento das progressões dos trabalhadores em Educação (professores, técnicos educacionais, supervisores escolares e analistas), arrasta-se há quase 10 anos.

"O Estado aumentou o Orçamento da Educação em 40%, mas não pôs rubrica específica para retroativos. Sabemos que com a Assembleia a gente não vai conseguir tudo que é devido pelo estado que gira em torno de R$ 40 milhões de retroativo das progressões, mas esperamos com as emendas parlamentares garantem que pelo menos esse pagamento comece a ser feito pelo Governo em 2018”, desabafou Flávio Bezerra.

O Sinter, segundo ele, Já entrou judicialmente com cobrança do acordo de greve e semana que vem uma comissão vai estar com o secretário de educação e o de finanças elaborando calendário para pagamento de retroativos de progressões. E arrematou: “Todos os esforços serão feitos para defender os direitos dos trabalhadores por esta diretoria".

O deputado Jalser Renier, presidente da Assembleia Legislativa reforçou o seu apoio aos trabalhadores e disse que vai buscar alocar recursos dentro do Orçamento do Estado para que o pagamento comece a ser efetuado em 2018.

"Dentro do Orçamento eu já identifiquei R$ 7 milhões para que numa Emenda de Plenário, esse valor seja acrescido em favor das progressões dos profissionais da Educação. Eu estou agora tirando mais R$ 5 milhões da Comunicação do Governo, para alocar o recurso no Orçamento Geral do Estado e a Assembleia vote e o remanejamento seja feito independente dos 25% já destinados à Educação. Nós vamos acrescer esses R$ 12 milhões no Orçamento Geral do Estado. Nós já temos a previsão orçamentária para colocar esse processo para que o Estado no ano faça cumprir, dentro do calendário e dentro do orçamento o pagamento das progressões", garantiu o presidente o deputado Jalser Renier.

"A previsão é que a votação do Orçamento seja feita no início de dezembro, antes do recesso parlamentar. É importante a participação de toda a categoria na Assembleia no dia da votação, como forma de pressionar os deputados a votarem favoráveis ao nosso pleito", alertou Flávio Bezerra.

0
0
0
s2smodern

Boa Vista

PUBLICIDADE

feijoada zi

logo JRH down