Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

“O Centro tem espaços para oficinas de artesanato, atendimento psicológico e psiquiátrico aos pacientes

Com o objetivo de descentralizar o atendimento da capital para o interior e oferecer aos pacientes a assistência necessária, a população de Rorainópolis recebe nesta quinta-feira (29) às 16h, o Centro de Atenção Psicossocial (CAPs) que é o resultado de um pedido do deputado estadual Mecias de Jesus, transformado em emenda parlamentar pelo deputado federal, Jhonatan de Jesus e hoje se torna realidade em parceria com a Prefeitura.

O CAPs é um serviço para o cuidado, com atenção integral e continuada às pessoas com dependência química, devido ao uso de álcool, crack e outras drogas. O centro está localizado na Avenida Dra. Yandara, s/n, Bairro Gentil Carneiro Brito (Portelinha) e tem espaços para oficinas de artesanato, atendimento psicológico e psiquiátrico.

Visitas domiciliares e atendimento familiar estão entre os serviços prestados pela unidade, além de oficinas terapêuticas e atividades em parcerias com instituições públicas e privadas. Nos casos mais graves, os pacientes poderão ficar até 14 dias internados no CAPs.

O centro vai dispor de equipe multiprofissional composta por médico psiquiatra, clínico geral, psicólogos, dentre outros, para uma assistência continuada. Jhonatan de Jesus destinou R$ 1.6 milhão para a construção de dois CAPs, o de Rorainópolis e um em Mucajaí.

“Com oficinas terapêuticas, atividades físicas e tratamento especializado, as pessoas dependentes encontrarão novas possibilidades. O objetivo é que os usuários contem com o suporte de especialistas, saiam da internação e encontrem novas oportunidades em espaços sociais”, afirma o parlamentar.

O pedido de Mecias de Jesus para a construção dos CAPs foi em virtude de os dois municípios não disponibilizarem este serviço. “A construção dessas unidades foi um passo positivo para o tratamento e reinserção social dos pacientes. As pessoas receberão um tratamento mais humano, importante para a recuperação”, ressalta Mecias de Jesus.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down