Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Quinta-feira, 7 de abril é o Dia Mundial da Saúde e também um grande marco para vários segmentos da sociedade brasileira que abraçaram a causa da Frente em Defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Conselho Nacional de Saúde (CNS), que lutam para derrubar a (EC) Emenda Constitucional nº 95, aprovada pelo Congresso Nacional em 2016. Em Boa Vista o vereador Genival da Enfermagem (PTC) tem abraçado essa luta e promovido a coleta de assinaturas para o documento que será entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF) amanhã.

“Nosso trabalho é impedir que essa emenda seja executada e que não se permita a substituição do limite máximo de despesas nas áreas de saúde e educação, como se pretende, a partir de 2018 a 2036”, comenta o parlamentar que esta semana recebeu eu seu gabinete a visita do conselheiro nacional de saúde, no segmento de usuários, Wanderley Gomes da Silva.

Ele vaio à capital roraimense participar de uma série de atividades relacionadas às comemorações do Dia Mundial da Saúde. Na ocasião, o conselheiro enfatizou o trabalho que tem sido realizado desde 2016 com o fim de se revogar a Emenda Constitucional que atinge diretamente o SUS, penalizando faixa mais carente da população, caso venha se consolidar o corte anunciado com a aprovação da citada emenda.

Em Boa Vista o vereador conseguiu coletar mais de 50 mil assinaturas que irão se somar a mais de 3 milhões que já foram colhidas em todo o país e que serão entregues na quinta-feira, Dia Mundial da Saúde, ao STF para se conseguir evitar o congelamento de investimentos no setor de saúde, principalmente.

“No meu encontro com o conselheiro reforcei meu compromisso em apoiar no estado as causas em prol da saúde pública, inclusive na mobilização pela revogação da Emenda Constitucional nº 95” destacou o vereador Genival da Enfermagem. Durante a reunião com o conselheiro Wanderley, ele contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Boa Vista, Mauricélio Fernandes colocou-se à disposição para reforçar esse trabalho.

Por fim, o vereador Genival disse que não se pode fechar os olhos para uma prática abusiva que está prestes a se consolidar e lembrou o que diz o enunciado do abaixo-assinado que tem atraído a atenção de milhões de pessoas pela Internet: “O acesso à saúde e à educação como obrigação do estado deve estar acima de quaisquer divergências político-ideológicas para a construção de uma sociedade mais justa e fraterna”.

O abaixo-assinado, organizado pela Frente em Defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Conselho Nacional de Saúde (CNS) que estima superar as 3 milhões de assinaturas, será anexado à Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº 5.658, cuja relatora é a ministra do STF, Rosa Weber.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down