Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A Polícia Civil de Roraima registrou 3 ocorrências, durante o domingo (3), dia da Eleição de 1º Turno, envolvendo práticas de crimes eleitorais. Os registros foram do Distrito Policial de Rorainópolis, sul do estado. Sob a coordenação do delegado Cid Guimarães da Silva, 2 pessoas foram presas em flagrante por estarem portando R$ 3.300,00 que serviria possivelmente para a compra de votos naquele município.

Além do dinheiro, os policiais apreenderam uma grande quantidade de panfletos eleitorais, os conhecidos santinhos. Após a lavratura do flagrante foi arbitrada fiança, que foi paga pelos acusados resultando posteriormente na soltura de dois acusados.

No município, outro caso também foi resultado da ação intensiva da polícia civil, três pessoas foram detidas, desta vez com a quantia de R$ 4.227,00, dinheiro que os suspeitos não souberam explicar a origem. Neste caso a quantia foi apreendida, e os três detidos liberados, as investigações seguem para descobrir a origem do valor apreendido.

Ainda em Rorainópolis, outras duas pessoas também foram detidas e portavam R$ 9.100,00 em espécie, quantia também de origem duvidosa e que não teve informação comprovada à autoridade policial. Ambos também foram liberados, conforme procedimento legal, e o dinheiro também ficou sob tutela da autoridade policial.

As investigações dos três casos seguem, na busca de localizar a origem do dinheiro, o provável destino e o envolvimento de mais pessoas.

Segundo a delegada Geral da Polícia Civil, Giuliana Castro, as polícias do Estado trabalharam de modo integrado, o que fortaleceu a lisura do pleito. “Combatemos a compra de votos, que é crime, estamos investigando as diversas denúncias que recebemos, e conseguimos aprender um vasto material e R$ 16.627,00 de origem duvidosa. A Polícia Civil está de parabéns pelo trabalho realizado em todo Estado de Roraima”, afirmou.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down