jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Suely assinou centenas de decretos de exonerações com maior número na Secretaria de Educação.

O Governo de Suely Campos vai fechar o ciclo trágico de 4 anos de forma fúnebre: não bastasse o infortúnio causado por não pagar salários em dia, ter contribuído para a falência de várias empresas, não paga fornecedores, não repassa em dia o duodécimo dos poderes, não fez um investimento em infraestrutura, abandonou a educação e a segurança pública e deixou à beira do abismo o sistema de saúde, agora vem a notícia macabra para o encerrar de vez ano mal-afortunado: a demissão de quase de 1.000 servidores de cargos em comissão.

As listas com as exonerações engordam as páginas do Diário Oficial do Estado (DOE), de nº 3350, publicado no último dia 1º deste mês. Os atos contêm 948 exonerações de 13 secretarias, com metade dos cortes na Secretaria Estadual de Educação, que perdeu 534 cargos.

Na Casa civil foram publicados 105 decretos de exoneração, 41 demissões na Secretaria do índio e 8 Ouvidoria Geral. Na Secretaria de Comunicação Social ocorreram nove demissões, enquanto 39 pessoas foram demitidas na Casa Militar.

Houve exoneração também na Secretaria de Planejamento onde 40 pessoas foram demitidas. A Polícia Civil perdeu 12 servidores, na Secretaria de Infraestrutura houve 17 demissões e na Secretaria de Articulação Municipal e Política Urbana, 25.

Na Secretaria de Administração foram 77 demissões. Secretaria do Bem-Estar Social, onde Emília Campos, filha da governadora, atua, foram demitidas 36 pessoas colocadas no olho da rua.

Por Expedito Perônnico

0
0
0
s2smodern

logo JRH down