Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O Senador diz que a situação da crise humanitária que Roraima vem sofrendo exige uma atenção especial do Governo Federal

O elevado número de refugiados venezuelanos que ingressam em território brasileiro a partir da Cidade de Santa Elena de Uáiren, na fronteira com o município de Pacaraima, preocupa o parlamentar que diz necessitar urgentemente de atenção. “O Estado de Roraima está sofrendo o impacto de crise humanitária de graves proporções, cuja solução necessita de imediato posicionamento do Governo Federal. Temos de prevenir a ocorrência de anunciada tragédia”, defendeu.

Segundo o senador, o Brasil não pode, não deve e nem tem como pagar esta dívida. “Não temos, portanto, como assumir encargos alheios de políticas fracassadas, postas em prática por outros países”, declarou.

Para o senador, a fome, a falta de medicamentos e a falta de produtos básicos, nos supermercados venezuelanos, além do visível colapso de sua economia, estão fazendo com que grande parte da população se transfira para o Brasil. A porta principal de entrada é o estado de Roraima.

Mecias falou ainda sobre a atual situação da saúde no estado. “Com a chegada dos refugiados esgotaram o já debilitado sistema de saúde de Roraima, agravando o caos no atendimento e literalmente zerando os seus recursos. Além disso, promoveram o surto de várias endemias que, no Brasil, através de vacinação, encontravam-se erradicadas”, destacou.

O senador quer cobrar do Governo Federal medidas mais efetivas que possam ajudar o estado. “Solicitarei uma audiência com o ministro das Relações Exteriores, para que possamos abordar a questão e buscar alternativa, alguma solução para livrar o estado de Roraima de tanta dor imerecida”, disse.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down