Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Durante a abertura dos trabalhos da 8ª Legislatura na Assembleia Legislativa, na terça-feira dia 19, uma mensagem prevaleceu por parte dos Poderes Legislativo e Executivo: a união de esforços com vistas a tirar o Estado de Roraima de sua pior crise financeira. Tanto o governador Antônio Denarium quanto o presidente do legislativo, deputado Jalser Renier, o primeiro passo desse entendimento foi dado, após negociações semana passada, com a redução do repasse do duodécimo, deixando ao Governo de Roraima R$54 milhões.

A medida deve constar no Orçamento 2019, que será votado ainda neste mês. Eu seu discurso, Jalser ressaltou a produtividade do Poder Legislativo, mesmo em um ano atípico por ter sido eleitoral. Foram mais de 2 mil atos apreciados em 2018, entre projetos de lei, indicações, requerimentos, entre outros. Para esta legislatura, a prioridade na agenda de votação da Assembleia Legislativa será o desenvolvimento de Roraima e projetos que melhorem a vida da população.

“Trabalharemos pautados no respeito mútuo. Não existe situação ou oposição. Estamos discutindo quem é do lado de Roraima.” Ao falar das perspectivas da atuação para esta Legislatura, o presidente da Assembleia disse que o objetivo é dinamizar as atividades do Poder, ampliando ações como o programa Abrindo Caminhos, que dá a oportunidade de crianças e adolescentes carentes terem acesso a ações sociais como aulas de dança, esportes e informática.

O governador de Roraima, Antônio Denarium, reforçou a importância do apoio da Assembleia Legislativa dentro do projeto que denominou de “reconstrução de Roraima”, destacando que o Estado foi devastado pelas gestões anteriores. “A campanha ficou para trás. Agora somos todos por Roraima”.

Denarium elencou medidas positivas já conquistadas em seus primeiros dias de governo, tais como o pagamento dos salários dos servidores e repasses do duodécimo. “Quero trabalhar intensamente para sanear as contas públicas, para que a partir de então a gente possa alcançar o tão sonhado desenvolvimento”.

Como medidas futuras para contribuir com a gestão financeira e desenvolvimento do Estado, o governador anunciou a intenção de concluir a regularização fundiária e promover uma reforma administrativa na estrutura do governo.

Ele citou ainda as negociações com o presidente da República, Jair Bolsonaro, para garantir o avanços em questões que dependem do governo federal, como a pavimentação da BR-319, única ligação rodoviária de Manaus ao resto do país, via Porto Velho (RO) e que pode beneficiar o escoamento da produção de Roraima, e a questão energética.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down