jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Próxima providência da comissão será ouvir os sindicatos dos trabalhadores em Educação

A Comissão de Educação, Desportos e Lazer, da Assembleia Legislativa de Roraima, durante 3 horas discutiu 9 pontos relacionados à educação estadual com a participação da secretária da Pasta Leila Perussolo. O encontro foi realizado nesta quinta-feira (21).

Durante mais de 3 horas de reunião, os participantes discutiram sobre calendário escolar, merenda, manutenção do transporte escolar, quantitativo de professores em sala de aula, contratação de profissionais por seletivo, situação de contratos, enquadramento de profissionais e estruturas de escolas.

Segundo o presidente da comissão, Evangelista Siqueira (PT), a reunião foi esclarecedora e importante para que os parlamentares conheçam com mais detalhes os problemas enfrentados pela atual gestão da pasta.

“A secretária esclareceu os questionamentos feitos pelos deputados e se comprometeu com a Comissão. Nós também nos colocamos à disposição, pois se fizermos um trabalho coletivo, encontraremos caminhos para dar as respostas necessárias à população”, afirmou.

2203 Comissao de Educacao da Assembleia

O próximo passo será ouvir os sindicatos dos profissionais da Educação. Com as informações coletadas nestas reuniões, a comissão elaborará um parecer que será entregue à Casa e aos órgãos competentes.

Participaram da reunião os deputados Evangelista Siqueira, Brito Bezerra (PP), Lenir Rodrigues (PPS) e Gabriel Picanço (PRB).

A secretária estadual de Educação, Leila Perussolo, disse que a pasta está se organizando para sanar os problemas apontados. “Estamos aqui pautando e tentando organizar para atender os nossos alunos, tanto da Capital, quanto do Interior”, citou, ao afirmar que a principal preocupação é com o início das aulas nos municípios do Interior.

Para exemplificar, Leila Perussolo contou que no final de 2018, período em que a Seed deveria montar a lotação dos professores e o calendário escolar, o Governo da época sequer havia iniciado o processo. Foi então que, ao fazer o levantamento dos profissionais lotados em sala de aula, foi detectada a necessidade de professores em áreas específicas e quantitativo elevado de docentes em coordenação pedagógica.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down