jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014


Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O ministro Luiz Mandetta atendeu a solicitação do deputado Nicoletti. As UBS todo que optarem pela expançaãoainda farão jus a um repasse maior de recursos do Governo Federal

Após solicitação do deputado federal Nicoletti (PSL/RR), o Ministério da Saúde liberou a possibilidade de ampliação do horário de atendimento em Unidades Básicas de Saúde de todo o país. Pela medida, as unidades que aderirem ao horário estendido, a partir do programa “Saúde na Hora”, ainda receberão um repasse maior de recursos do Governo Federal.

A portaria que regulamenta a iniciativa, foi publicada sexta-feira (17), e atende a uma solicitação feita pelo roraimense Nicoletti ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante uma reunião, último dia 9, em Brasília, em nome de toda a Comissão Externa destinada a tratar sobre os impactos da crise venezuelana em Roraima.

Na ocasião, Nicoletti, como coordenador do órgão técnico, apresentou ao ministro a demanda verificada durante as visitas técnicas realizadas pela Comissão Externa em Roraima, no final de abril. O deputado destacou a necessidade de ampliação dos serviços de Saúde prestados pelo programa Mais Médicos, do Governo Federal, nos municípios roraimenses, em virtude da crescente procura por atendimento nas unidades de Saúde, decorrente do grande número de imigrantes venezuelanos presentes em Roraima. Na reunião, o ministro compreendeu a importância da medida e se comprometeu a estudar junto à área técnica do ministério a possibilidade de implantá-la em todo o país.

A resposta à solicitação de Nicoletti veio uma semana depois, com a assinatura da portaria. Durante almoço na última quarta-feira (15), em Brasília, Mandetta já havia avisado ao deputado sobre a viabilidade da medida e que sua solicitação seria atendida até o final da semana.

“É gratificante ver nossa solicitação atendida em um período tão curto de tempo, o que demonstra o compromisso do Governo Federal com a população roraimense”, salientou o parlamentar. “Essa é a primeira de outras medidas que estamos buscando viabilizar para trazer melhorias efetivas para o Sistema de Saúde de Roraima. A ação é de extrema importância para ampliar o número de atendimentos realizados, o que contribuirá para desafogar as Unidades de Saúde do Estado”, completou o deputado federal Nicoletti.

Saúde na Hora - Para participar do programa “Saúde na Hora” as UBS - Unidades Básicas de Saúde precisam dispor de, pelo menos, 3 equipes de Saúde da Família, sendo assim designadas pelo Ministério da Saúde como USF - Unidades de Saúde da Família. Pela medida, as USF precisam estar de portas abertas no horário de almoço e à noite, podendo também abrir aos finais de semana.

Os repasses federais para as unidades que aderirem ao novo formato podem chegar a dobrar de valor, dependendo da disponibilidade de equipes de Saúde da Família e Bucal e do horário de funcionamento das unidades, que pode variar entre 60h e 75h semanais.

A iniciativa irá permitir que a população tenha maior acesso aos serviços da Atenção Primária, como consultas médicas e odontológicas, coleta de exames laboratoriais, testes de rastreamento para ISTs - Infecções Sexualmente Transmissíveis, triagem neonatal, aplicação de vacinas, acompanhamento pré-natal, entre outros procedimentos.

De acordo com o Ministério da Saúde, em Roraima, a estimativa é de que 3 municípios já estejam aptos a participar do novo programa por já possuírem USF com três ou mais equipes de Saúde da Família, sendo eles: a capital Boa Vista, Iracema e Normandia. Os demais municípios também poderão solicitar a adesão ao programa a partir do cumprimento dos critérios estabelecidos pelo Governo Federal.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down