jrh log
ANO XIV - 1º jornal 100% online de Roraima desde 2014
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Um termo de cooperação técnica assinado na manhã desta sexta-feira, 19, pela Assembleia Legislativa de Roraima e o Centro Universitário Estácio da Amazônia vai proporcionar prática profissional a acadêmicos do curso de Direito por meio de estágio supervisionado no Chame (Centro Humanitário de Apoio à Mulher) e no Procon Assembleia.

2202 Chagas estacio1O vice-presidente da Assembleia, deputado Coronel Chagas (PRTB), que coordena as ações do Procon, disse que a atuação dos acadêmicos vai enriquecer ainda mais as atividades e serviços prestados pelo órgão de defesa ao consumidor, “numa troca de experiências de extrema importância”. “Os acadêmicos vão ter a possibilidade de conhecer como funciona o Procon, quais são os entendimentos em torno das reclamações e denúncias que chegam e da mesma forma vai acontecer no Chame. Penso que será bom para todos, para a Estácio e seus acadêmicos, para a Assembleia Legislativa e para a sociedade, já que vamos ter jovens fortalecendo o trabalho do Parlamento. É isso que a Assembleia Legislativa quer: aproximar a sociedade do Legislativo”, disse.

A deputada Lenir Rodrigues (PPS), responsável pela coordenação do Chame, frisou a troca de experiências entre a Assembleia Legislativa e os acadêmicos da Estácio que, segundo ela, renderá bons frutos. “Nós teremos uma mão de obra no Chame e no Procon e, em contrapartida, os acadêmicos aprenderão muito sobre a defesa do consumidor e a violência doméstica e familiar, neste trabalho fantástico que é feito pela Assembleia Legislativa, sob a gestão do deputado Jalser Renier (PSDC)”, destacou.

A reitora do Centro Universitário, Brena Linhares, aproveitou para anunciar a implantação do 1º Núcleo de Atendimento do Procon Assembleia nas dependências do Núcleo de Práticas Jurídicas da Estácio da Amazônia, também previsto pelo termo assinado hoje. “É muito positivo para o nosso aluno do curso de Direito, porque ele vai sair da academia e ir para a prática, atuando no Procon ou no Chame. O Procon indo lá para o nosso Núcleo de Práticas Jurídicas é a forma do Procon estar próximo das pessoas que moram lá nos bairros adjacentes à Estácio. É uma via de mão tripla, porque é bom para o nosso aluno, bom para a Assembleia e para o nosso Centro Universitário, que está colocando esse aluno para a prática no mercado”, concluiu.

O estágio tem o objetivo de complementar o ensino e a aprendizagem, constante na grade curricular, e visa à preparação para o mercado de trabalho. Conforme o acordo, o Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) vai disponibilizar 15 estagiários para o Procon e cinco para o Chame. Já o 1º Núcleo de Atendimento do Procon Assembleia vai orientar sobre violações do Código de Defesa do Consumidor, proporcionando mais comodidade aos moradores da zona Oeste, que economizarão tempo e recursos na manutenção dos direitos garantidos por lei.

NOVA PARCERIA - Com a assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre a Assembleia Legislativa e a Estácio que prevê estágio supervisionado para acadêmicos no Procon Assembleia e no Chame, uma nova parceria entre o Poder Legislativo e o Centro Universitário Estácio da Amazônia está em andamento.

O coordenador do curso de Direito da Estácio, Pedro Cirino, anunciou durante a reunião que a intenção é expandir os estágios para que os acadêmicos possam também acompanhar os processos legislativos na Casa juntos as comissões, desde a elaboração de um projeto de leis até a sua aprovação. “A ideia é que o aluno tenha contato com a Casa que elabora e aprova as leis. Para que ele conheça o que é um processo legislativo, qual o papel do Legislativo tanto estadual, municipal ou federal”, disse.

Para o superintendente Legislativo da Assembleia, João de Carvalho, essas parcerias aproximam o Poder Legislativo da sociedade e contribuem para a formação de profissionais qualificados para o mercado de trabalho. “O pessoal do curso de Direito sai da universidade sem esse conhecimento prático e sem a visão próxima em relação ao processo legislativo. Com essa parceria, os estudantes terão a chance de vivenciar a experiência da produção legislativa dentro do próprio parlamento. Muito positivo para a formação deles”, afirmou.

0
0
0
s2smodern

logo JRH down