Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

0303 Ciclovias de Boa Vista2Boa Vista vem sendo destaque no Brasil por se tornar uma cidade cada vez mais inclusiva, que garante espaço para todos no trânsito. A constatação está na pesquisa do portal de notícias - G1 Nacional, que afirma que em três anos a malha cicloviária das capitais do país mais que dobrou de tamanho. Boa Vista, que há pouco tempo ocupava a última posição por não possuir nenhum quilômetro de ciclovia construído, passou para a 6ª colocação das capitais com mais quilômetro de ciclovia por habitante.

De acordo com o levantamento, Boa Vista tem 1 km de ciclovia para cada 9.326 moradores. A capital de Roraima está bem na frente, por exemplo, da vizinha Manaus, que está em último lugar no ranking, e de cidades como Florianópolis, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, São Paulo, João Pessoa. A ciclovia foi implanta na gestão da prefeita Teresa Surita com a execução do projeto de Mobilidade Urbana, que prevê a construção de 50 quilômetros de ciclovias, garantindo acesso a bairros de leste a oeste.

“Até pouco tempo, Boa Vista era a única capital que não tinha ciclovia. E esse resultado nos deixa muito orgulhosos. Várias pessoas utilizam a bicicleta como meio de transporte para trabalhar e também para praticar esporte. Pensando nisso, implantamos ciclovias na nossa cidade para garantir a segurança e o espaço dos ciclistas. Dos cerca de 50 km, já foram construídos mais de 35 em diversas regiões de Boa Vista, que representam 70% das obras concluídas”, destacou a prefeita Teresa Surita.

0303 Ciclovias de Boa Vista3

Acesso a estudantes da UFRR - Recentemente, um trecho da ciclovia que corta a Universidade Federal de Roraima (UFRR) ficou pronto. São mais de 1.200 metros de faixa exclusiva para ciclista, garantindo o acesso dos estudantes à estrutura da instituição. De acordo com informações da própria Universidade, cerca de 100 pessoas transitam pelo Campus Paricarana (dependências da UFRR) de bicicleta. Este público inclui a comunidade acadêmica - alunos e servidores - como também a comunidade em geral - público externo.

O assistente administrativo Diego Worrisson utiliza a bicicleta como meio de transporte, por isso precisa da ciclovia para ter mais segurança. Ele mora no bairro Jardim Floresta e vai todos os dias de bicicleta para o trabalho, que fica no Centro da cidade. Um dos trechos da ciclovia utilizado pelo profissional é justamente o que compreende a UFRR.

“Antes da implantação da ciclovia em Boa Vista eu tinha muito receio do trânsito, por ter que dividir espaço com carros e motos, mas agora me sinto seguro tendo um espaço exclusivo para trafegar, sem contar que pedalar faz bem à saúde. Já estava na hora de Boa Vista se igualar aos grandes centros. Meu transporte é a bicicleta e com ela vou a todos os cantos da cidade”, disse.

O acadêmico de biologia Cledison de Sousa mora no bairro Liberdade e usa a bicicleta para ir à universidade. Ele explica que passou a utilizar o transporte somente após a implantação da ciclovia, por não ter que disputar espaço com os carros. “Antes eu andava de ônibus, com a implantação da ciclovia passei a utilizar a bicicleta por sentir segurança no trânsito”, contou.

A implantação de um espaço exclusivo para ciclistas em Boa Vista marca uma nova fase no desenvolvimento da cidade. Garantir um trânsito mais seguro e organizado, com espaço para todos, tem sido uma das principais metas da Prefeitura de Boa Vista, que vem trabalhado fortemente na execução do projeto de mobilidade.

O que dizem especialistas – A construção de ciclovia vai ao encontro do que defende o especialista em mobilidade urbana Alan Penn, professor da University City of London, na Inglaterra, que diz que reduzir o espaço para carros torna as grandes cidades lugares melhores para se viver. O professor é um grande estudioso no assunto e declara que uma cidade mais humana é aquela que proporciona e respeita o espaço de todos: pedestres, ciclistas, transporte coletivo. Para ele, as ciclovias promovem ocupação dos espaços públicos, o que o torna um espaço de convivência e não apenas de passagem.

0
0
0
s2smodern

Boa Vista

PUBLICIDADE

logo JRH down