Papa classifica ataque a premiê do Iraque como "ato vil de terrorismo"

 
 

O papa Francisco repudiou, nesta terça-feira (9), o ataque de drone contra a residência do primeiro-ministro do Iraque, Mustafa al-Kadhimi, classificando-o como um "ato vil de terrorismo".

Al-Kadhimi escapou ileso depois que três drones com explosivos foram lançados contra sua casa em Bagdá no domingo ((7). Vários de seus guarda-costas ficaram feridos.

O Vaticano disse que seu secretário de Estado enviou mensagem ao premiê em nome do papa, que visitou o Iraque em março.

"Ao repudiar este ato vil de terrorismo, Sua Santidade mais uma vez expressa a confiança de que, com a bênção de Deus, o Altíssimo, o povo do Iraque será confirmado na sabedoria e na força, buscando o caminho da paz por meio do diálogo e da solidariedade fraterna", afirmou na mensagem.

Autoridades de segurança iraquianas e fontes de milícias de Bagdá informaram que o ataque de drone foi realizado por ao menos uma milícia apoiada pelo Irã, semanas depois de grupos pró-Irã serem derrotados em eleições que dizem ter sido fraudadas.


Imprimir   Email